Cidadeverde.com
Política

Presidente rebate Dr Lázaro e diz que Cidadania não é partido de aluguel

Imprimir

O clima voltou a esquentar no Cidadania. Nesta terça-feira-feira (13), o presidente do diretório municipal de Teresina, José Augusto, foi à TV Cidade Verde e rebateu as declarações do vereador Dr Lázaro dadas ontem. O parlamentar reclamou de que é preterido na legenda e que, mesmo assim, não vai se desfiliar.

"Ele não tem dificuldade, pois ele apenas está inscrito no partido e leva o nome do partido à Câmara Municipal, mas ele não é partidário. Nós já tivemos problema com Dr Lázaro desde antes ele ser eleito. Somos da base do Firmino e ele pedia voto para outro prefeito. Foi quando o presidente Celso Henrique, do estadual, nos chamou e reclamou. Foi quando ele se comportou e voltou", disse o presidente em entrevista ao Jornal do Piauí.

O presidente reclamou que o parlamentar não contribui com o partido e sequer abriu vaga para o suplente em seu gabinete.

"Seis meses depois ele lembrou que tinha partido e foi lá. Aí a gente disse que ele tinha que contribuir e participar. Pergunte se o Dr Lázaro tem alguém no gabinete dele do partido Cidadania. Pergunte se ele chamou algum suplente para compor seu gabinete. Não estamos pedindo emprego, mas o partido precisa de estrutura. Ele não tem essa obrigação, mas não compõe com o partido", desabafou.

O presidente foi mais além e disse que o Cidadania não é uma legenda de aluguel.

Foto: Valmir Macêdo

"Três anos depois ele vai ao partido e fala em juntar novamente para que possamos disputar uma eleição. O Cidadania, antigo PPS, não é partido de aluguel. Nós cortamos é na própria carne", finalizou.

Hérlon Moraes
herlonmoraes@cidadeverde.com

 

Imprimir