Cidadeverde.com
Geral

Grande incêndio atinge fábrica no Distrito Industrial; vídeo

Imprimir
  • fogo11.jpg Thiago Amaral
  • fogo10.jpg Thiago Amaral
  • fogo9.jpg Thiago Amaral
  • fogo8.jpg Thiago Amaral
  • fogo7.jpg Thiago Amaral
  • fogo6.jpg Thiago Amaral
  • fogo5.jpg Thiago Amaral
  • fogo4.jpg Thiago Amaral
  • fogo3.jpg Thiago Amaral
  • fogo2.jpg Thiago Amaral
  • fogo1.jpg Thiago Amaral

Atualizada às 15h26

O incêndio foi controlado por volta das 15h, quatro horas após o início. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o incêndio foi controlado, no entanto, em locais isolados as chamas ainda resistem pela dificuldade da água penetrar nos entulhos de borracha. 

"O ideal seria que tivéssemos uma escavadeira para espalhar a borracha e a água poder molhar a borracha que está queimando em baixo", disse o bombeiro Juarez Costa.

Atualizada às 14h43

Um incêndio de grandes proporções atinge, neste momento, a fábrica de produtos de borracha, Inbopil, localizada no Distrito Industrial, zona Sul de Teresina. O Corpo de Bombeiros está no local. As chamas começaram por volta das 11h. O fogo ameaça passar para a estrutura do Senai. 

O Corpo de Bombeiros tenta conter as chamas com a escada Magirus. Dezenas de curiosos acompanham o trabalho das equipes.

"Nosso foco maior é na prevenção predial. Estamos combatendo as chamas que estão concentradas no centro", informou o capitão Wilson Benedito, comandante da operação. 

Segundo o comandante da operação, cinco carros dos Bombeiros trabalham na contenção das chamas. Carros da Águas de Teresina também auxiliam no trabalho. Uma viatura do Corpo de Bombeiros de Timon também se destacou para a operação. 

De acordo com o capitão Benedito, ainda não é possível afirmar as causas do incêndio. "Apenas a perícia poderá dizer com certeza", explicou. 

O Sargento Olegário disse que o momento mais crítico foi quando a viatura chegou ao local. "As chamas passavam dos 20 metros de altura" , relatou.

Segundo o capitão Benedito, não há hidrantes no Distrito Industrial. A água usada no combate está sendo coletada de outros pontos da cidade. 

Raimundo Pires, ex-funcionário da empresa, relembrou que há 10 anos houve um incêndio similar na fábrica. Ele trabalhou na empresa por mais de 20 anos e no incêndio desta sexta-feira (16) auxiliou fornecendo água gelada para os bombeiros da operação. 

 Jarlan Xavier ajudou a abrir os portões de acesso para os Bombeiros. "Eu e outros auxiliares abrimos os portões de acesso. E ajudamos a resfriar a área do Senai para o fogo não se espalhar" , contou.

Uma viatura de combate a incêndio da Infraero também se destacou ao local.

Aline Duarte é nora dos proprietários da fábrica que tem mais de 30 anos. Eles são idosos e foram retirados da residência. Segundo ela, o sogro é cardíaco e fez uma cirurgia recentemente. 

Segundo Aline, há quatro anos a fábrica não trabalha mais com borracha, apenas comercializa. O material é usado para fabricação de sandálias, tatames e outros produtos. 

"Um morador vizinho deve ter queimado o matagal no terreno do lado e o fogo passou para a fábrica", disse ela indignada. 

Foto: Dionísio Neto

O material mais valioso para os proprietários está guardado em galpões próximos ao incêndio. Segundo o vigia da fábrica, Adão Paulino, mais de 20 toneladas de borracha estavam no local consumido pelo fogo. Segundo ele, este é o terceiro incêndio da fábrica em 26 anos. Ele trabalha há 30 anos como vigia na fábrica.

A fumaça pode ser vista de outras zonas da cidade, inclusive da zona Leste. As primeiras informações são de que o fogo começou em um terreno e acabou atingindo uma fábrica de borracha. 

Foto: Hérlon Moraes


Fumaça é vista do bairro Cristo Rei, na zona Sul

Este é o segundo incêndio registrado em Teresina nos últimos dias. Semana passada uma sucata foi destruída pelas chamas na zona Sul.

Aguarde mais informações 

Izabella Pimentel e Valmir Macêdo
redacao@cidadeverde.com 

  • fabrica9.jpg Analice Borges
  • fabrica8.jpg Analice Borges
  • fabrica7.jpg Analice Borges
  • fabrica6.jpg Analice Borges
  • fabrica5.jpg Analice Borges
  • fabrica4.jpg Analice Borges
  • fabrica3.jpg Analice Borges
  • fabrica2.jpg Analice Borges
  • fabrica1.jpg Analice Borges
Imprimir