Cidadeverde.com
Geral

Greco prende suspeito de participação em roubo de joias de supermercado

Imprimir

Foto: Arquivo CV

Delegado Laércio Evangelista

O Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) cumpriu nesta terça-feira (17) um mandado de prisão preventiva contra Rivaldo Welton Lima dos Santos. Ele é suspeito de participar do roubo milionário de joias ocorrido em 2010, em um supermercado em Teresina. 

A prisão foi expedida pelo juiz da 3ª Vara Criminal de Teresina e foi cumprida na Vila Irmã Dulce, zona Sul de Teresina, local onde Rivaldo se escondia nas vezes que vinha a Teresina. Mas, estava morando em um sítio na zona rural de Monsenhor Gil (a 56 km de Teresina) juntamente com uma companheira. 

"Ele responde por outros crimes. Em 2009, ele é investigado por um roubo em uma saída de banco na avenida Frei Serafim. Em 2010, o roubo na joalheria Diamantina no bairro Parque Piauí, motivação do mandado. Em 2011 em um assalto à joalheria de um supermercado da avenida Homero Castelo Branco. Todos em Teresina", informou o delegado Laércio Evangelista. 

Rivaldo vai ser encaminhado à Central de Flagrantes e ficará à disposição da Justiça. Rivaldo também teria um processo na justiça federal do Tocantins por assalto a uma agência dos Correios em 2013.

Advogado envolvido

A prisão de Rivaldo está relacionada ao mesmo caso do advogado Ângelo Diógenes, custodiado no sistema prisional.

"Ângelo foi preso em 2017 portando diversos materiais explosivos e armas de grosso calibre. Ele e Rivaldo teriam atuado juntos no roubo a joalheria em 2010 em Teresina", explicou o delegado da Greco.

Foto: Divulgação Polícia Civil

 

Valmir Macedo 
[email protected]

 

Imprimir