Cidadeverde.com
Esporte

Artilheira do Tiradentes manda recado: "não desistam por racismo ou bullying"

Imprimir

Foto: Yasmim Cunha/Cidadeverde.com

Com 15 anos de idade, a jovem Geovana Araújo mostra habilidade com a bola e personalidade dentro e fora de campo. A jovem jogadora do Tiradentes marcou cinco dos nove gols da equipe, na vitória em cima do Biroesportes pela Copa Cidade Verde de Futebol Feminino sub 17, no estádio Lindolfo Monteiro, nesta quinta-feira(17).

Cansada e visivelmente emocionada pelo resultado do jogo, Geovana não esconde a paixão pelo futebol e a gratidão pelo apoio da família.

"Já tentei balé, judô mas é de futebol que eu gosto mesmo. Lá em casa todos me apoiam, meus pais, meu tio meu padrinho", conta a menina.

Fazendo a média

Por pouco Geovana ficou de fora da partida. O pai da menina, o ex-bailarino José Alves, não ia permitir que a menina participasse do jogo caso não fizesse a lição de casa.

"Encontrei uma tarefa dela sem ser feita e disse que ela não ia jogar se não fizesse. Ela ficou triste, encheu os olhos de lágrimas, mas é assim: se não estudar, não joga", disse o pai que também não escondia o orgulho do desempenho da filha na partida. 

José Alves já fez parte do Balé da Cidade. Ele incentivou a filha do balé, aos 8 anos, mas apoiou a decisão da pequena em trocar as sapatilhas pelas chuteiras. 

 

Mensagens para as meninas

Determinada, Geovana manda um recado para as crianças que querem seguir no futebol.

"Queria falar para as meninas que têm o sonho de ser jogadora de futebol nunca desistir por causa de racismo, bullying em escola porque eu já passei por isso mas sempre ter fé nos seus objetivos", disse. 

A jogadora que estreou uma vitória vestindo a camisa do Tiradentes, chamou a atenção também pelo estilo. Os cabelos em tranças são inspirados no personagem Dre Parker, do filme Karatê Kids, interpretado pelo filho de Will Smith, que vive um pequeno lutador de artes marciais.

Valmir Macêdo
valmirmacedo@cidadeverde.com

Imprimir