Cidadeverde.com
Geral

Acusado de matar motorista de ambulância na Taboca do Pau Ferrado vai a júri popular

Imprimir

Foto: Divulgação/DHPP

A juíza da 2ª Vara do Tribunal do Júri, Maria Zilnar Coutinho Leal, decidiu pronunciar João Duarte Pereira a ser submetido a Júri Popular, acusado do homicídio contra o motorista de ambulância Edmilson Vieira Bezerra, no dia 08 de abril deste ano na Taboca do Pau Ferrado, zona rural de Teresina. 

Edimilson era namorado da ex-esposa de João Duarte e o motivo seria ciúmes da ex-mulher. O crime aconteceu na frente da casa que a vítima estava com a namorada, depois de travarem luta corporal, João teria dado cinco golpes de faca no motorista.

João Duarte foi casado com Patrícia da Silva Santos por 19 anos e tem dois filhos. Após o crime, ele teria fugido para Campinas-SP. 

Na época do crime, o suspeito ainda correu atrás da ex-esposa, mas foi segurado pela filha do casa e outros familiares que estava na casa. Deste episódio ele será julgado por ameaça. 

A defesa pediu absolvição alegando legítima defesa após luta corporal, que não foi atendida pela juíza. 

A decisão da pronúncia saiu no dia 07 de outubro e não tem previsão de acontecer. O acusado aguarda o julgamento em liberdade, monitorado com tornozeleira eletrônica.

Edimilson era servidor público da prefeitura de São Félix.


Caroline Oliveira
[email protected]

Imprimir