Cidadeverde.com
Economia

Conab prevê aumento da área plantada de grãos no Piauí para safra 19/20

Imprimir

Foto: Aprosoja Piauí

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) divulgou o 2º levantamento da safra piauiense de grãos 2019/2020. Estima-se que a área plantada da safra 19/20 seja maior que a 18/19; o aumento deve ficar em 2%. No momento, ainda se está na fase inicial de plantio, com expectativa de produção total de grãos para 4,2 milhões de toneladas.

O destaque está na soja, pois a produtividade esperada gira em torno dos 3.087 kg/ha, e deve ocorrer aumento médio na área de plantio na ordem de 4%. Ela é a que mais contribuiu para o aumento da área plantada. 

A Conab prevê o aumento de 4,8% da produção de soja comparando as safras de 18/19 e 19/20. Além disso, deve haver o aumento da produtividade em 0,8% entre elas.  A estimativa é de que a safra 19/20 produza 2.4 milhões de toneladas.   

Esse aumento médio ocorre devido "à abertura de novas áreas e migração de áreas de milho para soja, desta forma, a princípio, espera-se que a área de soja alcance 788,4 mil hectares", diz a Conab, ressaltando que "o percentual plantado até agora no estado é de 4,4% do total de área destinado a cultura, que encontra-se 100% na fase germinativa". 

O plantio da soja no estado do Piauí iniciou a partir do dia 20 de outubro depois do encerramento o período de vazio sanitário. Em novembro, com o aumento da precipitação e umidade do solo, o plantio deve se intensificar principalmente na região sudoeste piauiense. 

A Conab ressaltou no relatório a preocupação dos produtores com a escassez das chuvas, pois, considerando o ano passado, o percentual plantado está baixo, já que em 2018 o índice, no mesmo período de plantio,  atingia 14% da área total. “Essa escassez pode prejudicar até os plantios de 2ª safra. Tendo em vista, que as perspectivas de precipitação para o mês de novembro não são muito positivas. Podendo ocorrer até um atraso no plantio da cultura como um todo", acrescenta. 

O levantamento foi realizado entre os dias 28 de outubro a 02 de novembro de 2019 por meio de pesquisa a campo, realizadas pelos técnicos da CONAB/SUREG-PI.

ALGODÃO 

O 2º levantamento da safra piauiense divulgou que a área de algodão no estado do Piauí terá incremento. Segundo o planejamento dos produtores,  o plantio deve atingir 19.000 ha. Já a produtividade esperada gira em torno de 4.000 Kg/ha. 

"O aumento corresponde a 18% em relação a área da safra passada. Este incremento de área está relacionado a expansão pontual nas áreas de algodão em fazendas que já trabalharam esta cultura na safra passada. O plantio deve ocorrer durante o mês de dezembro".

ARROZ

Com relação ao arroz, o 2º levantamento aponta que a área total deve permanecer constante, com aproximadamente 41,9 mil hectares e produtividade esperada em 1.300 kg/ha. "O plantio desta cultura só deverá ter início entre dezembro de 2019 e janeiro de 2020. A área de arroz no estado é predominantemente oriunda da agricultura familiar, com exceção das áreas irrigadas onde predomina a agricultura empresarial".

FEIJÃO

Assim como o arroz, a a área de feijão 1ª safra deve permanecer constante, com cerca de 190,3 mil hectares, e a produtividade esperada girar em torno dos 400 kg/ha. 

"Praticamente toda a área de feijão primeira safra no estado é proveniente da agricultura familiar e o plantio tem previsão de iniciar no mês de dezembro de 2019 na região sul do estado e em janeiro de 2020 na região centro-norte", explica a Conab.

MILHO 1ª SAFRA E 2ª SAFRA

Deve haver uma pequena redução na área de milho da 1ª safra com relação a safra anterior, aponta a Conab, a 370,0 mil hectares, redução da ordem de 1% comparado à safra passada. A produtividade média esperada gira em 3.643 kg/ha, considerando a agricultura familiar e empresarial. Quanto ao plantio do milho, a previsão é de iniciar no final do mês de novembro, na região sudoeste piauiense. 

Para o milho 2ª safra a expectativa é de redução na área com relação a safra anterior da
ordem de 10%. Esse dado se baseia no incremento que houve na safra 2018/2019, quando houve o aumento da área em 23,1%. A expansão aconteceu pelas condições climáticas favoráveis. 

"A área para o milho 2º safra deve ficar em 70 mil hectares. A expectativa de produtividade gira em torno dos 4.400 kg/ha", finalizou. 

Carlienne Carpaso (com informações da Conab)
[email protected] 

Imprimir