Cidadeverde.com
Política

Presidente do TRE anuncia que fica no cargo até abril de 2020

Imprimir

Foto: Roberta Aline

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PI), desembargador Francisco Antônio Paes Landim Filho, anunciou nesta terça-feira (19), durante a posse de dois novos juízes da corte eleitoral, que fica no cargo até abril de 2020. O mandato foi estendido em razão de seu afastamento do tribunal no ano passado, durante o período eleitoral. 

"As eleições deverão ocorrer regimentalmente no ano que vem. Eu permaneço na presidência até abril, já que meu mandato foi recomposto em razão do meu afastamento no período eleitoral”, disse o presidente em entrevista à TV Cidade Verde.

Paes Landim deixou o cargo em agosto do ano passado, quando o ministro Corregedor do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Jorge Mussi, determinou o afastamento dele até a diplomação dos eleitos, por conta de ser irmão de José Francisco Paes Landim, então candidato a deputado federal naquele ano. A ação foi ajuizada pelo Ministério Público Eleitoral. Na época, o presidente chegou a dizer, em sessão no dia 07 de agosto, que o impedimento seria apenas para os processos em que seu irmão fosse interessado de alguma maneira.

“Nós permaneceremos até abril, quanto então haverá eleição para presidente e vice-presidente do tribunal", afirmou Antônio Paes Landim Filho nesta terça.

Dois nomes já foram definidos pelo Tribunal de Justiça (TJ-PI) para assumirem o TRE a partir de abril. Os desembargadores Erivan Lopes e José James Gomes Pereira foram escolhidos no dia 4 de novembro pelo Tribunal de Justiça. Erivan Lopes recebeu 15 votos e José James 13 votos. 

O próprio TRE é que irá escolher entre os dois quem será o presidente e vice. Porém, já há um entendimento de que José James ocupará a cadeira de Paes Landim, tendo Erivan Lopes como o vice. 

As eleições 2018 foram comandadas no Piauí pelo então vice-presidente do TRE, Sebastião Ribeiro Martins, hoje presidente do Tribunal de Justiça do Estado.

Hérlon Moraes
[email protected]

Imprimir