Cidadeverde.com
Geral

Arquidiocese de Teresina nega ligação com ‘padre’ que pede doações em casas

Imprimir

Vídeos que circulam nas redes sociais mostram um homem vestido em uma indumentária religiosa circulando no residencial Torquato Neto, na zona Sul de Teresina. O registro foi feito por câmeras de segurança residenciais. Assustados com a possibilidade de golpe, os moradores compartilharam o vídeo na internet, alertando outras pessoas sobre o ocorrido.

A Arquidiocese de Teresina negou, em nota enviada ao Cidadeverde.com, a ligação do homem com a instituição. A roupa utilizada seria a indumentária vestida pelos Arautos do Evangelho. Segundo a Arquidiocese, não há em Teresina nenhum membro do Arauto autorizado pela instituição.

“Talvez algum fiel seja sócio do Arautos e receba a visita dos membros. Mas nessa situação a visita é previamente agendada. A orientação da Arquidiocese é que, se algum fiel desejar contribuir para ações de evangelização da santa Igreja particular de Teresina, que o faça através do dízimo na sua paróquia ou seja um benfeitor do Projeto Terra Sacerdotal”, afirmou a Arquidiocese.

O Cidadeverde.com entrou em contato com o 17º Batalhão da Polícia Militar, responsável pela região do Torquato Neto. A polícia afirmou que não foi acionada a respeito do caso. No relato, a moradora da residência que capta as imagens afirma que há um carro que segue o suposto Arauto. 

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Arquidiocese de Teresina vem por meio desta nota, esclarecer que a associação internacional Arautos do Evangelho não pertence à Igreja particular de Teresina e não tem nenhuma relação com nossa administração.

Contudo, a visita por parte dos membros da associação às casas de famílias é uma atividade comum dos Arautos do Evangelho. Qualquer pessoa pode fazer parte, desde que se sinta motivada para isso.

A nossa orientação é que, se algum fiel desejar contribuir para ações de evangelização da Igreja particular de Teresina, que o faça através do dízimo na sua paróquia ou se tornando um benfeitor do Projeto Terra Sacerdotal.

Para mais informações, acesse o site arquidiocesedeteresina.org.br

Valmir Macêdo
[email protected]

Imprimir