Cidadeverde.com
Geral

Após reparo em tubulação, áreas altas ainda esperam retorno do abastecimento de água

Imprimir

A empresa Águas de Teresina informou que o reparo da adutora que rompeu na zona Sul de Teresina neste domingo (2) foi concluído e passou a operar normalmente a partir de ontem à noite. Bairros como o Parque Piauí e nas imediações do Centro já voltaram a ser abastecidos pelo sistema.

Segundo o diretor executivo da Águas de Teresina, Diego Dal Magno, o fornecimento de água será restabelecido de acordo com a topografia de cada bairro. Regiões mais altas só serão abastecidas após a água passar pelas áreas mais baixas.

“Vários bairros da capital já estão com água disponível e os demais seguirão gradativamente durante o dia essa sequência de abastecimento chegando para eles”, assegurou. 

A direção da concessionária também descarta a ocorrência de um vazamento anterior ao rompimento da adutora. Alguns moradores relataram que havia buracos na via próximos ao local onde a estrutura rompeu.

De acordo com Dal Magno, se houvesse um defeito anterior, a população teria percebido.  “Não tem indício de vazamento e nenhuma relação. Muito provável que seja um buraco natural da via. Uma situação de rompimento como o que ocorreu é completamente perceptível”, explicou.

Liberação da avenida

O trecho onde houve o rompimento da adutora, na avenida Marechal Juarez Távora, principal do bairro Parque Piauí, foi interditado desde domingo. A Águas de Teresina garante que o trecho interditado será liberado nesta segunda-feira. 

“A previsão é para hoje a tarde. Os serviços que estão sendo executados agora são acabamentos. A adutora foi recuperada e já está operando, ela está transportando água para ser distribuída, agora são as fases de acabamento, limpeza da via”, informou o diretor da Águas de Teresina.

O que diz a empresa: 

A Águas de Teresina informa que o sistema de produção e distribuição de água opera em capacidade plena. A recuperação do abastecimento na capital ocorre de forma gradativa, desde a noite de ontem (2), quando foi finalizado o reparo emergencial da adutora de 900mm.

A Águas de Teresina está monitorando o sistema e a retomada do abastecimento através do Centro de Controle e Operações (CCO), com análise da pressão na rede e dos níveis dos reservatórios. Em regiões mais altas e distantes do ponto de distribuição, o tempo de resposta é mais lento. 

A concessionária reforça o compromisso com a cidade e destaca que mais de 50 trabalhadores estiveram diretamente envolvidos na complexa manutenção de uma das principais adutoras da capital, interligada à Estação de Tratamento de Água Sul (ETA Sul) e ao centro de reservação do Parque Piauí.

A Águas de Teresina lamenta os transtornos ocasionados pela manutenção emergencial e segue trabalhando para que o abastecimento seja integralmente restabelecido em todas as regiões da cidade.

Casos emergenciais devem ser informados através do 0800 223 2000 ou 115.

 

Valmir Macêdo
[email protected]

Imprimir