Cidadeverde.com
Geral

Firmino promete inaugurar museu da imagem e do som até final de outubro

Imprimir

Foto: Rômulo Piauilino/Ascom PMT

O prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB), visitou nesta quarta-feira (19) as obras do Museu da Imagem e do Som, que será instalado no prédio onde funcionava a Câmara de Vereadores, no cruzamento das ruas 13 de Maio com a Climatizada. A obra ainda está em fase de fundação e o local vai ganhar nova fachada e abrigará também a Pinacoteca de Teresina.

De acordo com o prefeito, a previsão é inaugurar o Museu até o final de outubro, apesar do projeto prever doze meses. A obra no valor de R$ 5 milhões é financiada pelo Banco do Brasil.    

Firmino diz que este é mais um passo para a revitalização do Centro. “Esta obra será referência para a cultura em Teresina e contribui na requalificação do centro da cidade”. 

Ele destaca também que a estrutura histórica será preservada e que além da Câmara, o prédio também abrigou uma agência do Banco do Brasil, onde o pai dele trabalhou. 

“Prédio histórico que precisa ser preservado, não somente no aspecto arquitetônico. O Museu dará vida ao local que já foi o Banco do Brasil, onde meu pai foi caixa, e a Câmara Municipal”, relembra. 

O espaço terá cinco pavimentos com loja, café, cineclube, auditório, estúdio de som, laboratório de cinema, ilha de edição, midiateca, videoteca, núcleo de digitalização, restauração e catalogação, laboratório de fotografia e espaço destinado a eventos.

O prédio também será utilizado para produção e comercialização de obras de artistas locais. A intenção é transformar o local em um importante espaço de divulgação de arte, dando visibilidade à produção de artistas. Os recursos são para execução da parte estrutural do prédio e de toda a sua montagem.

Foto: Rômulo Piauilino/Ascom PMT
d

Foto: Rômulo Piauilino/Ascom PMT

Elivaldo Barbosa e Caroline Oliveira
[email protected]

Imprimir