Cidadeverde.com
Esporte

Clubes da Série D pedem à CBF manutenção da fórmula e suporte financeiro

Imprimir

Os capitães das 68 equipes que disputarão a Série D do Campeonato Brasileiro deste ano assinaram uma carta pedindo atenção da CBF ao torneio. 

No texto, eles pedem que a entidade máxima do futebol brasileiro mantenha a fórmula de disputa previamente acordada e dê suporte financeiro aos clubes por causa da paralisação pela pandemia causada pelo "Coronavírus".

"A pandemia que se instaurou no mundo e em nosso país, trouxe também sérias preocupações a milhares de atletas, que, até então, tinham a certeza de poderem trabalhar até o final do ano, mantendo assim o sustento de suas famílias. Não é apenas o vírus que ameaçam os atletas, mas também a atual situação de incertezas do calendário", diz trecho da carta.

A Série D teria uma fórmula nova de disputa para essa temporada. Oito times disputariam uma frase preliminar, que classificaria para a seguinte com os times divididos em oito grupos. Depois disso, teriam os mata-matas de segunda fase, oitavas de final, quartas de final, semifinal e a final. Quatro times sobem para a Série C.

Com a paralisação por causa do Coronavírus, surgiu a dúvida se os torneios nacionais terão suas fórmulas mantidas mesmo com o calendário apertado. A CBF ainda não se manifestou oficialmente sobre o tema.

"A grande maioria dos clubes que participa do Campeonato Brasileiro Série D de 2020 é clubes com baixa arrecadação, o que acarreta sérias dificuldades de arcar com o pagamento de nossa remuneração (salários e direitos de imagem) e encargos trabalhistas. Se os clubes que participam do Campeonato Brasileiro Série D de 2020 não tiverem o mínimo suporte neste momento tão delicado, nossos empregos correm sérios riscos, o que causaria danos sociais irreparáveis. Diferentemente dos Clubes das Séries A, B e C, os Clubes da Série D não possuem nenhum tipo de Cotas", prosseguem os capitães na carta.

Confira o texto completo da carta enviada à CBF:

Atletas dos clubes participantes do Campeonato Brasileiro Série D de 2020, representados pelos capitães de cada clube, vêm a presença de Vossa Senhoria, requerer atenção especial ao Campeonato Brasileiro Série D de 2020, em virtude da grave crise decorrente da pandemia COVID-19.

Após muitos anos de calendários reduzidos, em 2020 a CBF encontrou a fórmula ideal para o Campeonato Brasileiro Série D de 2020, estendendo a competição até novembro de 2020, possibilitando a mais de 2.000 atletas, pais de família, empregos durante toda a temporada.

Entretanto, a pandemia que se instaurou no mundo e em nosso país, trouxe também sérias preocupações a milhares de atletas, que, até então, tinham a certeza de poderem trabalhar até o final do ano, mantendo assim o sustento de suas famílias.

Não é apenas o vírus que ameaça os atletas, mas também a atual situação de incertezas do calendário. Assim, pedimos à CBF que não meça esforços para que a fórmula de disputa do Campeonato Brasileiro Série D de 2020 seja mantida, inclusive quanto ao tempo de duração da competição, fator extremamente importante para que os mais de 2000 atletas possam garantir seus empregos até pelo menos novembro de 2020.

Ainda, a grande maioria dos clubes que participam do Campeonato Brasileiro Série D de 2020, é clubes com baixa arrecadação, o que acarreta sérias dificuldades de arcar com o pagamento de nossa remuneração (Salários e Direitos de Imagem) e encargos trabalhistas.

Se os clubes que participam do Campeonato Brasileiro Série D de 2020 não tiverem o mínimo suporte neste momento tão delicado, nossos empregos correm sérios riscos, o que causaria danos sociais irreparáveis. Diferentemente dos clubes das Séries A, B e C, os clubes da Série D não possuem nenhum tipo de cotas.

Vale ressaltar que são 68 clubes, das mais diversas cidades de todo Brasil. Cidades em sua grande maioria do interior, onde a população tem o futebol como um dos poucos, senão o único meio de distração, atraindo ainda mais importância para nossa competição.

Porém, com a suspensão das competições, nossos clubes estão com sérias dificuldades de arcar com os pagamentos de nossa remuneração, colocando em risco, mais uma vez, nossos empregos, tão importantes à nossas famílias.

Portanto, solicitamos à CBF que possa distribuir Cotas de Participação no Campeonato Brasileiro Série D de 2020, auxiliando seus Clubes filiados à arcarem com suas despesas mensais, principalmente neste grave momento de crise, para ao menos minimizar a gravidade do impacto financeiro que o momento produziu, mantendo-se assim o espetáculo do futebol durante todo o Campeonato Brasileiro Série D de 2020.

Por fim, em nome dos mais de 2000 atletas que disputarão o Campeonato Brasileiro Série D de 2020, firmamos o presente, crendo na generosidade e preocupação desta entidade com todos seus filiados.

BRUNNO CARVALHO
SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS)

Imprimir