Cidadeverde.com
Geral

Ônibus voltam a circular em Teresina e movimentação é baixa nas paradas

Imprimir

Ônibus com poucos passageiros e baixa movimentação nas paradas durante o primeiro dia de retorno do transporte coletivo que estava parado há mais de 50 dias. A categoria de motoristas e cobradores reforça que a greve continua, mas acatou a decisão do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) que determinou a volta da circulação de 70%  da frota no horário de pico e 30% nos demais horários. 

O Sindicato dos Trabalhadores de Empresas de Transportes Rodoviários (Sintetro) reitera que o estado de greve permanece porque as reinvidicações acordadas em janeiro deste ano não estão sendo atendidas. A categoria cita, por exemplo, que tiveram suspensos o plano de saúde e o ticket alimentação. Alguns, inclusive, estariam sem receber salário desde o mês de abril. 

Durante o estado de greve, todos os terminais permanecerão fechados com o objetivo de evitar aglomerações e o uso de máscaras nos ônibus é obrigatório. O trajeto está sendo direto entre os bairros e centro.

De acordo com Weldon Bandeira, gestor da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), a integração poderá ser feita em um prazo de duas horas em qualquer ponto das linhas com o Centro e nas avenidas Frei Serafim e João XXIII. Enquanto a frota de ônibus estiver reduzida, permanecem funcionando os veículos cadastrados.

Continuam suspensos a gratuidade dos idosos e o passe estudantil, segundo os decretos nº 19.541 de 23 de março e nº 19.635 de 04 de abril, respectivamente.

A Strans vai fiscalizar o cumprimento da frota estipulada pelo TRT e será responsável pela sanitização das estações de embarque e desembarque de passageiros, paradas de ônibus e durante o trajeto dos veículos. Ao Setut cabe a sanitização dos ônibus ao final de cada turno.

 

Graciane Sousa
[email protected]

Imprimir