Cidadeverde.com
Política

Após 7 dias com covid-19, deputado Georgiano é transferido de UTI para o Sírio-Libanês

Imprimir

Foto: Arquivo Cidade Verde

O deputado estadual Georgiano Neto (PSD), de 26 anos, foi transferido na manhã deste domingo (12) para São Paulo. Ele está internado no Hospital Sírio-Libanês onde continua o tratamento da covid-19. Segundo o irmão do parlamentar, Júlio César Filho, a transferência se deu pelo fato de Georgiano ser diabético e hipertenso e não ter evoluído para a cura da doença. Ele está em um apartamento.

O irmão do parlamentar negou que a transferência seja em razão do comprometimento dos pulmões. "Ele foi transferido para São Paulo, mas não tem essa questão de comprometimento de 50% dos pulmões. Como ele não evoluiu para a cura da doença nos últimos 7 dias, nós optamos por transferir porque ele tem obesidade e hipertensão", afirmou.

Júlio César Filho garantiu que o irmão está bem e que entrou no avião caminhando. Ainda de acordo com suas informações, a viagem transcorreu de forma satisfatória e sem uso de oxigênio.

"Está tudo bem. De fato ele foi transferido numa UTI aérea, mas entrou no avião caminhando. A tomografia deu uma pequena alteração em relação a primeira que ele fez quando foi diagnosticado, mas não tem essa questão de pulmão comprometido em 50%", garantiu.

O embarque aconteceu às 5h deste domingo. O parlamentar está aos cuidados do médico Roberto Kalil.

Em nota, Georgiano Neto disse que a transferência para São Paulo se deu em virtude de o médico da família residir na capital paulista.

"Estou bem e seguindo o tratamento contra a COVID-19. Fui transferido para São Paulo por opção e decisão familiar, já que o nosso médico reside aqui. Fiz todo esse procedimento de transferência estável e caminhando. Estou seguindo todos os protocolos. Qualquer alteração eu comunico pelas minhas redes sociais", afirmou.

Pai também está em São Paulo

O Cidadeverde.com apurou que o pai de Georgiano, o deputado federal Júlio César (PSD), também está em São Paulo desde ontem. Ele foi diagnosticado com a covid-19 logo após o filho anunciar que estava com a doença. O parlamentar está em um apartamento também no Sírio-Libanês, sem sintomas, mas por conta da idade (71 anos), resolveu ficar internado.

Hérlon Moraes
[email protected]

Imprimir