Cidadeverde.com
Viver Bem

Alimentação infantil exige algumas regras; veja dicas

Imprimir

Foto: FMS

A cena é comum em muitas casas: os pais querem que seus filhos comam brócolis, enquanto as crianças se interessam por macarrão e batata frita O sofrimento continua na sobremesa, onde o chocolate ou o biscoito ganham a disputa contra as frutas. 

Criar hábitos alimentares adequados não é tarefa fácil. Entretanto, os pais precisam redobrar a atenção com relação a esse assunto. Caso contrário, os altos índices de obesidade infantil seguirão crescendo, aumentando a frustração dos pais e, principalmente, prejudicando a saúde dos filhos.

Dicas

Para assumir o controle dessa situação, basta seguir algumas dicas simples, mas eficientes. O primeiro passo é mais simples e divertido. Incentive a prática de atividade física. O importante é manter o corpo em movimento. Portanto, promova passeios de bicicleta com as crianças, jogue bola, corra, pule. Além de manter a criança ativa, essa atividade ajudará a desenvolver o gosto por atividades esportivas

Agora, vamos direto para a mesa. Aqui é muito importante lembrar que os pais são os exemplos para os filhos. Portanto, não adianta insistir para a criança comer verduras e legumes e os adultos dispensam a salada.

Dessa forma, o ideal é reunir a família durante as refeições, colocando na mesa opções saudáveis. Monte pratos coloridos. Além de conquistarem os pequenos com o visual, fica mais fácil acertar nas escolhas.

De uma forma ponderada e criativa, é importante insistir para que os filhos comam alimentos que anteriormente recusaram. Portanto, sempre ofereça brócolis, por exemplo, mantendo a opção constantemente no cardápio.    

Para finalizar, mantenha horários definidos para as refeições. Com a família reunida fica mais fácil controlar a duração. Caso a criança prefira brincar ao invés de se alimentar, o ideal é insistir por no máximo 30 minutos. Nesses casos, não promova a substituição de comidas saudáveis por guloseimas.

 

Estadão Conteúdo

Imprimir