Cidadeverde.com
Cidades

Após morte de ex-prefeito, município decreta' lockdown' e proíbe venda de bebida alcoólica

Imprimir

A prefeitura de São João da Canabrava, cidade distante 303 Km de Teresina, decidiu  adotar medidas mais rígidas de isolamento social em todos fins de semanas de agosto. Além do fechamento do comércio, a prefeita Mércia Abreu proibiu a venda de bebida  alcoólica durante os sábados e domingos deste mês. 

Com uma população estimada em 4.608 pessoas, São João da Canabrava já registrou 33 casos confirmados de Covid-19 e  1 óbito, que aconteceu no início desta semana. O ex-prefeito da cidade, Pedro Isidoro Neto, 65 anos, morreu na última segunda-feira (3) em um hospital de Teresina. 

Em vídeo, a prefeita Mércia, que é sobrinha do ex-prefeito que morreu, diz que as medidas mais rígidas estão sendo adotadas diante do "crescimento considerável" dos casos de Covid-19 em São João da Canabrava. 

"Respeite o isolamento social e reforçe as medidas de distanciamento e higiene para proteger você e sua família", pede a prefeita.  

Segundo o decreto, nos sábados e domingos (dias 08 e 09, dias 15 e 16, dias 22 e 23, dias 29 e 30 de agosto), estão autorizados a funcionar apenas as seguintes atividades e estabelecimentos: 
I - farmácias;
II - serviços de saúde;
 III - serviços de segurança e vigilância; 
IV - serviços de delivery, exclusivamente para alimentação pronta, gás de cozinha e água; 
V - profissionais de comunicação/imprensa;
 VI – posto de combustível 

Nos sábados (dias 08, 15, 22 e 29 de Agosto de 2020) fica autorizado, além das atividades acima citadas, o funcionamento de restaurantes e padarias até às 15 h; supermercados, mercearias, mercadinhos e borracharias. 

O decreto proíbe  a venda de bebidas alcoólicas nos fins de semana do mês de agosto em bares, restaurantes e supermercados, mercearias, mercadinhos.

A prefeitura infirmou, ainda, que fiscalização das medidas determinadas no decreto será feita pela  pela vigilância sanitária municipal, com o apoio da Polícia Militar. 

Veja aqui o decreto

 


Izabella Pimentel
[email protected] 

Imprimir