Cidadeverde.com
Esporte

Juninho Pernambucano revela sonho de levar centroavante Benzema para o Lyon

Imprimir

Semifinalista da última edição da Liga dos Campeões da Europa - foi derrotado pelo Bayern de Munique, que conquistou o título -, o Lyon tem ambições maiores no futuro. Para isso, quer se reforçar com nomes de peso no futebol mundial e um já revelado é um desejo do brasileiro Juninho Pernambucano, ídolo e atual diretor do clube francês: o centroavante Karim Benzema, do Real Madrid.

Em entrevista ao canal de TV francês RMC Sport, Juninho Pernambucano abriu a possibilidade do atacante retornar ao futebol francês em alguns anos e se aposentar no time que começou a carreira. "O sonho que temos é que Karim Benzema se aposente conosco. É o sonho de todos os torcedores do Olympique (Lyon) fazê-lo regressar por duas temporadas, para jogar a Champions League (Liga dos Campeões) conosco, ser líder, marcar gols e nos trazer a sua experiência para vencermos jogos", afirmou.

Em abril desse ano, o atacante do Real Madrid, de 32 anos, confessou que gostaria de voltar ao Lyon, "mas não agora". Benzema tem contrato com o Real Madrid até junho de 2022 e vive um dos melhores momentos da sua carreira. Desde a saída do português Cristiano Ronaldo para a Juventus em 2018, o francês se tornou a grande referência no ataque - são 513 partidas e 249 gols feitos.

Juninho Pernambucano disse ainda que o Barcelona ainda não fez nenhuma proposta pelo atacante Memphis Depay. Contudo, avisou que se ela chegar o Lyon pretende "pensar". "Não recebemos nenhuma proposta oficial do Barça, mas se vier teremos de pensar nisso", afirmou o brasileiro.

O diretor do Lyon comentou que Depay está em "uma posição forte" com o Barcelona querendo levá-lo para a Espanha. "Podemos mantê-lo por um ano como capitão e perdê-lo de graça no próximo ano", informou Juninho Pernambucano, se referindo ao contrato do holandês que acaba em 2021.

Recentemente vinculado ao Lyon como moeda de troca nesta possível negociação de Depay, o zagueiro francês Samuel Umtiti foi comentado pelo dirigente brasileiro. "O salário de Umtiti a nível contratual é impossível para nós. Se ele é um jogador que quer ir para casa e diz isso, vamos trazê-lo de volta imediatamente", completou.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir