Cidadeverde.com
Entretenimento

Mauricio Manieri agradece orações após sofrer infarto

Imprimir

Foto: Reprodução/instagram/@mauriciomanieri

O cantor Mauricio Manieri, 50, vai se recuperando de um infarto sofrido no dia seguinte ao aniversário. Ele passou por um exame de cateterismo na segunda-feira (14) e segue internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital na Grande São Paulo. Segundo o mais recente boletim médico, o quadro é estável.

Em mensagem pelas redes sociais, agradeceu à rede de orações e ao fato de ter conseguido se recuperar do susto. "Oi, meus amores. Agradecer imensamente todas as mensagens nesse período tão difícil na mina vida. Nas orações e mensagens estão me ajudando na recuperação", disse.

O cantor agradeceu também aos médicos e chamou sua recuperação de milagre. "Foi um milagre o que aconteceu, os médicos foram fantásticos. Só posso agradecer a Cristo. É bom demais estar vivo. E agora de coração novo", contou.

Manieri Após sentiu fortes dores no peito na última sexta-feira (11) depois da realização de uma live. O artista foi levado às pressas ao hospital, onde realizou vários exames.

Mauricio Manieri se tornou conhecido no final dos anos 1990 com seu primeiro CD chamado "A Noite Inteira", que incluí sucessos como "Bem Querer", "Te Quero Tanto", "Minha Menina", e "Pensando Em Você".

Além de ser conhecido pelo trabalho musical, o cantor já participou do reality show A Fazenda (Record). Ele marcou presença na 2ª temporada do programa (que atualmente está em sua 12º edição). Na competição ele foi o sexto eliminado, após enfrentar uma roça com Karina Bacchi e Cacau Melo.

Ano passado Maurício Manieri gravou seu DVD intulado "Classics" e recebeu convidados de peso, como Daniel, Alexandre Pires, Chitãozinho e Xororó e Jon Secada. O repertório contou com grandes clássicos da música soul como "Easy" (Lionel Ritchie), "Never Gonna Give You Up" (Rick Astley) e "Classic" (Adrian Gruvitz).

Na vida pessoal Manieri é casado com Izabelle Stein desde 2008, com quem tem um filho, Marco, 10.

 

Fonte: Folhapress

Imprimir