Cidadeverde.com
Política

Três nomes do Progressistas disputam sucessão de Rodrigo Maia, diz Margarete

Imprimir

Enquanto o atual presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), tenta viabilizar uma saída jurídica para disputar a reeleição na Casa dentro da mesma legislatura, o Progressistas já se movimenta e pelo menos 3 nomes já estão postos para a sucessão de Maia. São eles: Arthur Lira, um dos líderes do Centrão, e os ex-ministros Agnaldo Ribeiro e Ricardo Barros.

“O Progressistas tem dois pré-candidatos bem fortes, um deles é o nosso atual líder Arthur Lira e o ex-ministro Agnaldo Ribeiro, hoje líder da maioria. São dois líderes na Casa com claras pretensões de concorrer a essa sucessão. E temos também o ex-ministro Ricardo Barros, que também se coloca como pré-candidato. Nosso partido tem nomes postos, mas temos também uma boa relação com o presidente Rodrigo Maia. Temos fácil diálogo com ele”, afirmou a deputada federal Margarete Coelho, do Progressistas do Piauí, durante entrevista à TV Cidade Verde nesta quinta-feira (8).

Segundo a parlamentar, Maia só teria chances de disputar novamente o cargo caso fosse aprovada uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) permitindo a reeleição tanto na Câmara como no Senado na mesma legislatura. A escolha dos novos presidentes acontece em fevereiro de 2021.

“Precisaremos da PEC autorizando a reeleição dentro da mesma legislatura. Nesse sentido eu acredito que talvez não dê tempo ou há uma outra solução jurídica, já que essa apontada pelo STF, de que a Câmara é quem decide, é inviável pelo fator tempo. Está certo que quando a Câmara quer, ela se reúne, faz esforço concentrado e consegue votar, mas eu não acredito que haja hoje um clima para se aprovar uma PEC aprovando reeleição dentro da mesma legislatura. Esse é o meu sentimento”, explicou a deputada.

Apesar de Maia não admitir publicamente a possibilidade de tramitar a PEC, Margarete Coelho acredita que ele ainda trabalha com a possibilidade de reeleição. 

“Ele busca soluções jurídicas. Como o Senado também está buscando essa viabilidade, se tiver alguma decisão em favor do David Alcolumbre pode por tabela beneficiar o Rodrigo Maia. Eu acho que o tema não está decidido. É uma análise minha”, finalizou.

Hérlon Moraes
[email protected]

Imprimir