Cidadeverde.com
Últimas

Trecho da Rua Coelho Rodrigues será interditado para obras de galeria

Imprimir

Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com

A Rua Coelho Rodrigues, no trecho Oeste/Leste entre a Avenida Maranhão e a Rua João Cabral, será interditada para a implantação da galeria que faz parte das obras de revitalização do Centro de Teresina. O bloqueio total da área será a partir desta sexta-feira (23) e deve durar até o domingo (25). A interdição será realizada pela Superintendência de Desenvolvimento Urbano Centro Norte (SDU Centro Norte), com a apoio da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans).

O gerente de operação e fiscalização da Strans, Denis Lima, destaca que os transtornos serão mínimos, visto que os condutores podem ter acesso ao Centro pelas vias paralelas. “Quem quiser chegar ao Centro por meio da Avenida Maranhão, no sentido Sul/Norte, pode utilizar ruas paralelas como Álvaro Mendes ou Paissandu, por exemplo. Já quem vem do sentido Norte/Sul, é recomendável que acesse o Centro pela Avenida Campos Sales ou Rua Desembargador Freitas. Acreditamos que o transtorno será mínimo e nossas equipes estarão no local orientando a todos”, esclarece.

A obra visa a melhoria no sistema de drenagem e de pavimentação das vias, sendo mais uma etapa da requalificação das ruas Coelho Rodrigues e Simplício Mendes. “Esta fase é voltada para a questão da drenagem das águas fluviais e também da acessibilidade. Vamos trabalhar intensamente para que o serviço seja concluído o mais rápido possível, com isso evitaremos maiores transtornos para as pessoas”, enfatiza o engenheiro da SDU Centro Norte, Alexandre Machado.

Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com

Serão implantados 1.052 metros de galeria, que inicia na avenida Maranhão próximo ao Troca-Troca e segue até o cruzamento com a rua Quintino Bocaiúva, nas proximidades da Praça Demóstenes Avelino, mais conhecida como Praça do Fripisa. O projeto total é orçado em R$ 11,9 milhões com recursos do Banco de Desenvolvimento da América Latina, (CAF) e tem previsão de ser concluído no próximo ano.

Ao todo, oito ruas da região central estão ganhando revestimento especial, calçadas mais largas, piso tátil, bancos, lixeiras e canteiros. O objetivo é melhorar as condições de caminhabilidade, tornando a cidade mais sustentável, voltada para as pessoas e facilitando o trajeto a pé pelo ambiente urbano. “Com a conclusão da obra, a cidade vai ganhar um centro mais acessível e com melhor mobilidade para todos, em especial para as pessoas com deficiência. A Prefeitura busca proporcionar um novo modo de vivência do Centro”, explica Alexandre.

 

[email protected]

Imprimir