Cidadeverde.com
Economia

Cinco dicas essenciais para economizar na Black Friday

Imprimir

Foto: Pixabay/ fotos gratis

Apesar do cenário de pandemia, a Black Friday ainda é uma data muito esperada para recordes de vendas no varejo. Os novos hábitos de compra da população serão fator decisivo para o sucesso da data. Com preços reduzidos em roupas, eletrônicos e vários outros produtos, o evento pode ser uma ótima oportunidade para comprar itens com desconto e condições especiais de pagamento.

De acordo com o estudo Peak to Recovery realizado pela Criteo, 66% dos mais de 16 mil entrevistados em 15 países já se sentem confortáveis ou se sentirão em frequentar shoppings para aproveitar a época. De acordo com Luiz Henrique Garcia, CEO da QuiteJá, plataforma de negociação de dívidas, a data deste ano receberá um grande movimento. "A pandemia influenciou de forma geral no comportamento dos consumidores. Muitas pessoas que não foram tão afetadas financeiramente estão aguardando a data, porém, com certo cuidado e esperando encontrar as melhores oportunidades. Acredito que será um grande movimento e isso pelo motivo do crescimento do comércio on-line durante a quarentena", afirma.

Tendo em vista que nas edições anteriores muitas "promoções" acabaram não sendo tão vantajosas assim, Carlos Terceiro, CEO e fundador da Mobills, startup de gestão de finanças pessoais, alerta sobre os perigos da data.

"A Black Friday pode ser uma boa oportunidade para comprar itens que você precisa e que estão com uma boa promoção, porém a data pode incentivar um consumismo desnecessário que é capaz até de resultar em dívidas".

Para auxiliar os consumidores a aproveitarem a data com cautela, os executivos listaram algumas dicas para garantir uma economia real e também evitar perder o controle.

Faça uma lista: Comece separando os produtos por níveis de prioridade. Primeiro, aqueles que você realmente precisa. Depois, passe para os produtos que você deseja, mas que não são tão necessários e, por último, foque nos presentes.

Efetue seu cadastro: Listas prontas? Já sabe em que sites vai comprar? Não deixe para se cadastrar apenas no dia da Black Friday, o site pode congestionar ou ter falha no carregamento. Crie logo sua conta para não acabar perdendo as promoções. Além disso, muitas marcas fazem uma semana inteira de promoções.

Confira se a loja é confiável: Em época de promoções surgem muitas lojas de fachada, que parecem confiáveis, mas não são. Uma boa dica é checar no site Reclame Aqui, ou mesmo no site do Procon, que listam as lojas e avaliam a reputação delas.

Estabeleça um limite: Antes de pensar em fazer qualquer compra, é necessário analisar seu orçamento e ver qual a sua real condição financeira, para assim determinar qual o limite que você pode gastar. Não adianta de nada satisfazer todos os seus desejos de consumo momentâneos e adquirir dívidas que você não poderá pagar, não é mesmo? Lembre-se sempre: compra inteligente é aquela que não pesa ou não pesará no seu bolso.

Use o Cashback para ampliar seu desconto: Utilizar o serviço de devolução de dinheiro é uma maneira de economizar ainda mais na Black Friday. Algumas plataformas como o Méliuz e Ame, da Americanas, permitem que você receba cashback em compras e ainda fazem campanhas especiais em datas comemorativas.

 

[email protected]

Imprimir