Cidadeverde.com
Geral

Justiça aceita denúncia e suspeita de matar vizinha vira ré

Imprimir

Foto: Roberta Aline/ Cidadeverde.com

Ana Lopes foi morta com vários golpes de faca

A Justiça aceitou denúncia do Ministério Público do Piauí contra Maria Lucia Pinheiro de Melo Santos, 56 anos,  acusada de matar a facadas a vizinha Ana Lopes Neta, 59 anos. O crime ocorreu em setembro deste ano, no conjunto Taquari, zona Leste de Teresina. O caso foi investigado pelo Núcleo de Feminicídio do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) que apontou que o crime teve características de premeditação. Vítima e acusada se conheciam e teriam desentendimentos há cerca de 20 anos.

Foto: Roberta Aline/ Cidadeverde.com

Faca usada no crime foi escondida no esgoto

"A denúncia se encontra instruída com a prova da materialidade do delito – laudo cadavérico da vítima; laudo do exame pericial realizado no local da ocorrência do delito; recognição visuográfica e depoimentos colhidos durante a investigação policial. A autoria atribuída a acusada, por sua vez, encontra indícios nos depoimentos colhidos pela autoridade policial ao longo da investigação policial",  considerou a juíza Maria Zilnar Coutinho Leal, da 2ª vara do Tribunal Popular do Júri em Teresina. 

A magistrada também indeferiu o pedido de revogação da prisão preventiva da acusada.

"A periculosidade da acusada está evidenciada pelo modus operandi empregado no cometimento do delito [...] conclui-se, ao menos no momento, que asmedidas cautelares diversas do encarceramento previstas não se mostram adequadas e suficientes para a garantia da ordem pública, inviável portanto, a substituição da prisão preventiva decretada por qualquer outra medida cautelar", justificou a juíza. 

Na decisão consta ainda que a acusada está presa na Penitenciária Feminina de Teresina. O Cidadeverde.com tenta contato com o advogado de defesa.

 

Graciane Sousa
[email protected]

Imprimir