Cidadeverde.com
Geral

Governo proíbe eventos na orla do litoral, em praças e orienta sobre confraternizações

Imprimir

A Diretoria de Vigilância Sanitária emitiu uma nota técnica com uma série de orientações sobre comportamentos que devem ser adotados pelos piauienses durante as confraternizações e festas de final de ano. O objetivo é evitar os riscos de contaminação pelo novo coronavírus durante os momentos festivos. 

Entre as medidas, está a proibição de aglomerações e realização de eventos com mais de 100 pessoas. As confraternizações também devem contar com todos os itens de proteção, como dispensadores de álcool em gel e máscaras. 

"Estão proibidas todas as condições de aglomerações que são relacionadas às atividades de final de ano, seja nas orlas, praças, parques ou  pontes.Nesses locais estão proibidos qualquer produção de festas, de show, seja público ou privado. Levando em consideração que todas as confraternizações devem acontecer com no máximo 100 pessoa,em ambiente aberto ou semi aberto, para que haja a renovação do ar", orientou a diretora de Vigilância Sanitária Estadual, Tatiana Chaves. 

A Vigilância Sanitária também orienta que cuidados devem ser adotados durante momentos tradicionais do período natalino, como visita ao Papai Noel e às decorações natalinas espalhadas pelas cidades.

"Podemos tirar a famosa foto com o Papai Noel? Claro que sim, mas mantendo a distância correta, fazendo uso de máscara e que o Papai Noel, que geralmente é uma pessoa do grupo de risco, também esteja protegido. Também podemos fazer visitação nos locais onde tem enfeites natalinos, mas com o cuidado para não tocá-los e não fazer uso de comida,como pipoca e sorvete, coisas que possam contaminar a mão e que exija a retirada da máscara", alerta Tatiana Chaves. 

A nota técnica também estabelece regras para as celebrações religiosas, como por exemplo a tradicional missa do galo, realizada na véspera do natal. Todos eventos devem acontecer obedecendo o distanciamento de pelo menos dois metros entre os participantes, além da oferta de itens de proteção.

Foto: Yala Sena

Confira a íntegra da portaria

De acordo com o painel epidemiológico da  Secretaria de Estado da Saúde, o Piauí já registra 129.825 casos da covid e 2.658 óbitos pela doença. Com a proximidade das festas de final de ano, as autoridades de saúde temem que haja um aumento dos índices, por conta das aglomerações tradicionalmente registradas no período. 

"Em todas as regiões do Estado estamos com risco de moderado a alto, o que significa que existe grande propagação do vírus em todos os ambientes, em todos os municípios. Vamos comemorar o nascimento de Cristo, mas vamos comemorar com segurança", alertou a Diretora da Vigilância Sanitária Estadual. 

Natanael  Souza
[email protected] 

Imprimir