Cidadeverde.com
Política

Firmino diz que PSDB precisa se reposicionar e nega ida para Progressistas

Imprimir
  • 16.jpg Roberta Aline
  • 15.jpg Roberta Aline
  • 14.jpg Roberta Aline
  • 13.jpg Roberta Aline
  • 12.jpg Roberta Aline
  • 11.jpg Roberta Aline
  • 10.jpg Roberta Aline
  • 09.jpg Roberta Aline
  • 08.jpg Roberta Aline
  • 07.jpg Roberta Aline
  • 06.jpg Roberta Aline
  • 05.jpg Roberta Aline
  • 04.jpg Roberta Aline
  • 03.jpg Roberta Aline
  • 02.jpg Roberta Aline
  • 01.jpg Roberta Aline

 

O prefeito Firmino Filho  afirmou nesta sexta-feira (11) que o PSDB do Piauí precisa se reposicionar diante do eleitor. Durante visita a uma escola municipal no Portal da Alegria, zona Sul da capital, Firmino destaca que essa será uma avaliação das principais lideranças da sigla. 

Com a derrota de Kleber Montezuma na disputa pela Prefeitura de Teresina, a legenda perdeu seu principal reduto eleitoral no estado. 

"O PSDB tem que sentar. Tem que definir uma estratégia para que possa se reposicionar diante do eleitorado. Não apenas em Teresina, mas no estado do Piauí como um todo. Essa será uma decisão e uma conversa que será feita ao longo do tempo. É cedo para falar. Temos que acompanhar a evolução do quadro estadual", destacou.

O prefeito negou que tenha interesse de deixar o partido. Ele diz que não há projeto futuro para se filiar ao Progressistas.

Hoje, Firmino é o principal aliado do senador Ciro Nogueira, presidente nacional do Progressistas, no Piauí. 

"Temos vários convites. Mas é importante dizer que seguimos no PSDB e recebemos esses convites com carinho e como forma de homenagem", destaca.

Sobre o futuro, ele se prepara para as eleições de 2022 quando deve ser candidato a senador. O prefeito diz que não tem mais interesse na política municipal. 

"Acho que encerramos um ciclo nessa gestão. Fomos prefeito por quatro vezes e acho que é a hora de passar a vez para as novas gerações", disse.  

Próximo prefeito

Com relação a gestão do prefeito eleito Dr. Pessoa, Firmino desejou boa sorte.

"Desejamos que seja uma equipe produtiva e que apresente bons resultados para a cidade de Teresina", disse.

Vacinação

O prefeito Firmino Filho também falou sobre o plano de vacinação contra o coronavirus. Após conversas com o governador de São Paulo, João Doria, ele diz que São Paulo está aberto para dialogar com o Piauí. 

"Basicamente temos o plano nacional de vacinação, que compete ao Ministério da Saúde. Já existe o diálogo do Ministro da Saúde com o Governo do Estado. Temos o Governo de São Paulo que desenvolveu uma parceria  internacional. Mantivemos contatos com o governo de São Paulo e ele está aberto para estabelecer parcerias com as prefeituras como no caso a de Teresina. Mas será uma decisão do próximo prefeito", destaca.

Firmino evitou fazer menção ao impasse entre estados e o Ministério da Saúde. 

"Não tenho detalhes sobre a estratégia do Ministério da Saúde. Mas existem informações distintas, algumas dizem que já está prestes a começar a vacinação, outros falam que está atrasada. Mas não temos dados concretos sobre o que vai fazer o Ministério da Saúde nesse início de próximo ano", destaca.

 

Flash de Lídia Brito
[email protected]

Imprimir