Cidadeverde.com
Geral

Grevista pede Dr. Pessoa para ajudá-lo a ser demitido de empresa de ônibus

Imprimir

Fotos: Yala Sena

Uma cena causou surpresa na reunião entre o prefeito Dr. Pessoa, empresários do Setut e motoristas de ônibus que deflagraram paralização nesta segunda-feira (25). Após negociação de quase 2 horas, um motorista abordou o prefeito e pediu ajuda para que ele fosse demitido da empresa.

Antônio Cardoso, motorista há 24 anos, disse para Dr. Pessoa que quer ser demitido da empresa de ônibus porque está trabalhando e recebendo R$ 600 por mês.

Ele disse que não pede demissão porque irá perder seus benefícios. Cardoso era um dos motoristas que representou a categoria na reunião com os empresários e os grevistas na Prefeitura de Teresina.

O motorista disse que ama a profissão, que não falta ao trabalho, mas está cada dia mais difícil com drástica redução de salário. 

“Amo minha profissão, mas como viver com R$ 600”, disse o motorista  pedindo ajuda dos magistrados e advogados. 

Dr. Pessoa disse que sobre o assunto ele não poderia ajudar. 

Veja o flagrante:

Flash Yala Sena
[email protected]

Imprimir