Cidadeverde.com
Cidades

Família busca por jovem desaparecida no Piauí desde dezembro de 2020

Imprimir

Foto: arquivo pessoal/familiaRenata

A trabalhadora rural Renata Pereira Costa, de 29 anos, está desaparecida desde o dia 28 de dezembro de 2020.  Renata saiu da casa na qual reside com a família em Nazaré do Piauí para fazer comprar na cidade de Floriano. As cidades são vizinhas e a distância de uma para outra é de 46 km. A família vive a angústia de não saber informações sobre Renata. O caso está em investigação pela Delegacia Regional de Floriano. 

No sábado (13), familiares e amigos fizeram protesto e saíram em caminhada pela cidade de Nazaré do Piauí. O Cidadeverde.com conversou com um familiar, que preferiu não se identificar por receio de não saber quem está por trás do desaparecimento da Renata.  

“Nós moramos na zona rural de Nazaré, chamada Malhada Grande. Ela saiu daqui até a cidade na moto dela. De Nazaré, ela foi com o ex-marido para Floriano no carro dele. Ela tem que aparecer. Nem informações sobre a moto dela temos”.

Renata tem dois filhos, que são crianças. A familiar conta que até hoje a polícia não deu respostas. “Para começar a família mais próxima a ela veio ser ouvida 30 dias após o desaparecimento”, lamenta. 

Foto: arquivo pessoal/familiaRenata

A Frente Popular de Mulheres contra o Feminicídio acompanha o caso junto à família, amigos e autoridades policiais. 

“A Frente, por meio de suas representantes, afirma que, a cada dia se torna mais difícil encontrar Renata, pois os vestígios que apontam por onde ela circulou naquele dia podem se perder, sem que a investigação possa responder se ela se encontraria em cárcere privado, morta ou impedida, de alguma forma, de se comunicar com a família”.

O Cidadeverde.com tenta contato com a equipe de investigação responsável pelo caso. A assessoria de comunicação da Polícia Civil do Piauí também foi acionada. O espaço está aberto para esclarecimentos, inclusive do ex-marido.

 

Carlienne Carpaso
[email protected] 

Imprimir