Cidadeverde.com
Últimas

Polícia resgata cão após denúncia de maus-tratos e fará operação a cada 15 dias

Imprimir

Fotos: Divulgação

A Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente instaurou dois inquéritos por maus-tratos a animais após deflagrar a operação Ártemis que visa prender maus tutores de animais domésticos. Um dos cães foi resgatado no Parque Brasil, zona Norte de Teresina, e encaminhado ao Centro de Zooneses. 

O titular da delegacia, delegado Emir Maia, informou que o dono do animal só não foi preso porque não estava em casa no momento do flagrante. 

Os policiais também checaram outra denúncia, desta vez, no Parque Universitário, na zona Leste, em que ainda será investigado se o cão vive me situação de violência. 

“O outro não foi resgatado porque não formei um juízo de convicção, que realmente estivesse em situação de abandono, porque apesar de estar acorrentado, não apresentava sinais aparentes de maus-tratos. Foi aberto inquérito policial”, explicou o delegado.

Ele disse ainda que as operações vão ocorrer a cada 15 dias, com o objetivo de prender em flagrante proprietários que estejam maltratando animais domésticos, baseada em denúncias recebidas pela polícia. 

“Todos aqueles que forem surpreendidos pela Polícia, na hora das diligências e for constatado os maus-tratos serão presos em flagrante delito. Evidente, que se os proprietários dos animais não estiverem presentes, o flagrante não se concretiza.  A nossa maior intenção é resguardar a saúde do animal, por isso vamos fazer o resgate e instaurar o inquérito policial. A operação vai acontecer com base nas denúncias presenciais e anônimas”, destacou o delegado Emir Maia. 

 

Caroline Oliveira
[email protected]

 

Imprimir