Cidadeverde.com
Política

Wellington Dias define metas para quatro Câmaras Temáticas do Consórcio Nordeste

Imprimir

Foto: RobertaAline

O presidente do Consórcio Nordeste e o governador do Piauí, Wellington Dias, reuniu-se com gestores e a equipe da entidade, nesta sexta-feira (7), para discutir sobre as câmaras temáticas a serem trabalhadas dentro do grupo composto pelos nove estados nordestinos. Entre os temas debatidos, iniciativas relacionadas à agricultura familiar, assistência social, parcerias público-privadas e energias renováveis.

De acordo com o governador, pelo Consórcio Nordeste, o Piauí tem a responsabilidade de conduzir a câmara temática, aprovada hoje, voltada para as Parcerias Público-Privadas, onde foi autorizado um estudo para desenvolver o projeto Nordeste Conectado que tem o objetivo de instalar fibra ótica para todos os municípios do Nordeste. O resultado da viabilidade será apresentado até o mês de julho, quando será levado ao colegiado de governadores para posterior decisão. “Esse projeto vai possibilitar uma internet de qualidade para todo o Nordeste, promovendo uma maior integração e garantindo serviços de qualidade seja na área do setor público como também do setor privado”, contou.

Segundo Viviane Moura, superintendente de Parcerias e Concessões do Piauí (Suparc), a reunião foi positiva e a expectativa é que o projeto possa ter relevantes impactos econômicos e sociais. “A partir de agora, com o apoio de parceiros privados, que são instituições e fundações que têm interesse em ajudar no processo inicial, é elaborar o diagnóstico levando em conta o cenário e a avaliação de potencialidade de cada estado para o desenvolvimento de modelos alternativos que possam viabilizar tanto a conectividade quanto a estrutura para o fornecimento de energias limpas”, explica.

Ainda na reunião, foi aprovada uma proposta dentro da Câmara da Agricultura Familiar que tem como objetivo organizar o setor no Nordeste, com enfoque na produção de alimentos saudáveis a fim de gerar emprego e renda, com uso de tecnologia e de forma sustentável. A meta é a criação do “Fundo Nordeste” voltado para agricultura familiar, com a estimativa de parcerias como o BNDES, Fida, Banco Interamericano e outros agentes financeiros. A estimativa é que possam ser levantados R$ 1,6 bilhão para investimento na área em toda a região Nordeste. “O objetivo é estimular a produção e que a comercialização possa abastecer o mercado interno e externo, com possível ligação com Ceasas e redes de supermercados”, declarou o governador do Piauí.

Na Câmara de Assistência Social, foi aprovada uma proposta de política unificada que tenha como principal objetivo erradicar a pobreza nos estados nordestinos. “Essa Câmara Técnica já apresentou levantamento que gerou ação de nossas procuradorias, com resultado positivo junto ao Supremo Tribunal Federal, em defesa das pessoas da região Nordeste  que foram discriminadas, pois tinham direito ao benefício social e não o recebiam. Com a ação, o direito foi restabelecido”, destacou Wellington Dias. O gestor acrescentou que esta Câmara Técnica vai trabalhar com as Defensorias Públicas e demais órgãos para integrar os projetos sociais já existentes nos nove estados, com um olhar especial para atender e apoiar os mais pobres. A iniciativa prevê também ligação com as ações de Educação e empreendedorismo.

Wellington Dias destacou que o Nordeste é a região das Energias Limpas e que a temática é uma das prioridades do Consórcio de estados da região. Na reunião desta sexta também foi aprovado um estudo de diagnóstico em todos os estados para verificar a viabilidade da proposta de fazer com que a energia consumida em escolas, hospitais e toda rede pública seja limpa, em consonância com o compromisso assumido pelo Nordeste com o Acordo de Paris e com o Desenvolvimento Sustentável Agenda 2030. Segundo o governador piauiense, a pesquisa será feita pelo Instituto Nacional de Energias Limpas (Inel) e os resultados serão apresentados até o mês de julho. “Com o sistema implementado, haverá investimentos que vão gerar emprego e renda e, mais do que isso, haverá compromisso com as novas gerações”, finalizou o gestor.

[email protected]

Imprimir