Cidadeverde.com
Esporte

Galhardo sai do banco, marca e Internacional derrota o Vitória em Salvador

Imprimir

Com gol de Thiago Galhardo, que entrou apenas no segundo tempo, o Internacional venceu o Vitória por 1 a 0 no Barradão, em Salvador, pelo confronto de ida da terceira fase da Copa do Brasil. A partida teve baixo nível técnico e consequentemente poucas oportunidades de gol.

Foto - Ricardo Duarte - Internacional

A partida de volta entre os times está marcada para a próxima quinta-feira, desta vez às 21h30, no Beira-Rio. O Internacional jogará por um simples empate para ficar com a classificação, enquanto o Vitória terá que vencer por dois gols de diferença para seguir no campeonato. 

Mais do que a classificação, a vaga nas oitavas de final garantirá a Vitória ou Internacional uma premiação de R$ 2,7 milhões.

Em casa, o Vitória apostou na forte marcação na saída de bola para dificultar as investidas do Internacional. A postura surtiu efeito e o time gaúcho custou a entender qual seria a melhor estratégia para chegar ao ataque e quem sabe abrir o placar.

Tanto Vitória quanto Internacional não tiveram repertório para fazer com que os goleiros trabalhassem. A primeira boa chance do time baiano foi acontecer somente aos 34 minutos, quando Guilherme Santos passou por Moisés e chutou colocado, obrigando Daniel a fazer ótima defesa.

O Internacional custou a criar e só teve a primeira oportunidade aos 38 minutos, quando Taison iniciou a jogada, tocou para Edenílson e ele cruzou para Patrick, que finalizou com a perna esquerda sobre o travessão, sem perigo ao goleiro Ronaldo.

No segundo tempo, o Internacional precisou de cinco minutos para fazer mais do que na primeira etapa. Taison carregou bola e encontrou Caio Vidal livre na área, só que o atacante finalizou em cima do goleiro Ronaldo, desperdiçando a chance de abrir o placar.

Um pouco mais efetivo no ataque, o time gaúcho abriu o placar aos 27 minutos, após Thiago Galhardo ser agarrado por Wallace Reis dentro da área. O mesmo Galhardo foi para a cobrança e não desperdiçou. O detalhe é que o goleiro Ronaldo ainda encostou na bola antes dela ir para as redes.

O gol forçou o Vitória a buscar o empate no Barradão, mas foi o Internacional que quase ampliou aos 34, quando Taison arriscou de fora da área, a bola desviou em Wallace Reis e parou no travessão.

A limitação de criatividade dos dois times seguiu até o apito final, com o Internacional levando boa vantagem para o confronto no Beira-Rio.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir