Cidadeverde.com
Geral

Acusados de matar PM do Maranhão são condenados a 21 anos de prisão

Imprimir
  • pm_chico.jpg Francisco Lima/TV Cidade Verde
  • pm_chico_1.jpg Francisco Lima/TV Cidade Verde
  • chico_pm2.jpg Francisco Lima/TV Cidade Verde
  • chico_pm.jpg Francisco Lima/TV Cidade Verde
  • chico_pm_moto.jpg Francisco Lima/TV Cidade Verde

A Justiça condenou os réus Samuel Ribeiro da Silva Costa e Ednaldo Pereira da Silva a 21 anos de prisão pela morte do policial militar do Maranhão, Frantiaiallo Gonçalves Pereira Silva. O crime aconteceu no dia 28 de agosto de 2020, durante assalto na avenida João XXIII, quando ele aguardava a namorada sair de uma loja.

Na decisão, o juiz João Braga Neto, da 3ª Vara Criminal da Comarca de Teresina, negou aos réus o direito de recorrer da sentença em liberdade. 

"Em virtude da pena fixada no bojo desta sentença, estabeleço o regime fechado para fins de cumprimento inicial da pena a ambos os sentenciados. Não há que se falar em substituição da pena privativa de liberdade por restritiva de direito, tampouco em suspensão condicional da pena", disse o juiz.

A denúncia foi recebida pelo juiz em outubro de 2020. De acordo com o processo, além de Samuel e Ednaldo, outras duas pessoas participaram do assalto, dentre eles um adolescente. O objetivo do assalto era roubar a moto e o celular da vítima.

Os condenados alegaram ausência de provas suficientes e pediram absolvição, o que foi negado pelo juiz. Os réus também foram condenados ao pagamento das custas processuais.

Da Redação
[email protected]

Imprimir