Cidadeverde.com
Geral

Secretária diz que inadequações no Zoobotânico foram resolvidas

Imprimir

A situação do Parque Zoobotânico, que abriga aproximadamente 400 animais e uma extensa espécie vegetal, tem sido questionada pelo Ministério Público do Piauí. O local foi reaberto em junho deste ano e de acordo com a promotora de Justiça, Gianny Vieira de Carvalho, a situação é "lastimável"  com árvores caídas, necessidade de readequação de recintos, entre outros. A secretária de estado do Meio Ambiente, Sádia Castro, esclarece que as inadequações apontadas pelo MP já foram solucionadas. 

"Quando abrimos, falamos que não estava concluído. O Ministério Público esteve lá e foi explicado. As inadequações apontadas foram resolvidas, só que a poda é um trabalho constante que tem que ser feito sempre. Quando abrimos, o parque estava há mais de um ano fechado. A mata cresceu, as trilhas fecharam. Aquela parte de acesso ao público, você conseguia acessar, mas muitas trilhas estavam fechadas. Então, abrimos. A pista de entrada foi toda recapeada, as máquinas estão lá para colocarmos o asfalto até o fim do mês. O parque também está cheio de containers e a gente está colhendo o material das podas", disse a secretária. 

De acordo com a Semar, construções antigas e recintos não utilizados também foram removidos. Sádia Castro diz que a abertura do parque atendeu um apelo da comunidade diante da flexibilização de decretos com medidas restritivas contra a Covid-19. A gestora também revelou a dificuldade financeira para revitalização do parque. 

"O parque é uma área enorme, para fazer uma revitalização nele inteiro precisa de muitos recursos que a Secretaria do Meio Ambiente não dispõe. São 127 hectares. Acho que é um local que deve ser cuidado, deve receber visitação, é uma unidade de conservação. Estamos contratando um plano de manejo que vai fazer o zoneamento e dizer em que área do parque, o que pode ser feito e como pode ser explorado", destaca a secretária. 

Uma licitação da Parceria Público Privada (PPP) do Parque Zoobotânico está marcada para o próximo dia 30 de julho. 


Graciane Sousa
[email protected]

Imprimir