Cidadeverde.com
Política

Secretário de Fazenda avalia antecipar ainda mais tabela de pagamento; assista

Imprimir

Foto: Roberta Aline/ Cidadeverde.com

O secretário Estadual de Fazenda, Rafael Fonteles, afirmou nesta quarta-feira (14) que avalia antecipar a tabela de pagamento dos servidores públicos estaduais, incluindo também o 13º salário. Atualmente, o salário cai em conta até o 5º dia últil do mês. 

"Estamos estudando essa possibilidade novamente. No ano passado foi tomado como uma medida de recuperação econômica. Temos o interesse de antecipar mais ainda a tabela de pagamento dos servidores públicos. Em breve, podemos ter notícias neste sentido. Hoje, a gente paga até o 5º dia útil do mês e a ideia é trazer mais ainda para o início do mês", disse Fonteles. 

Em entrevista ao Jornal do Piauí, o gestor anunciou a aprovação do empréstimo de R$ 800 milhões junto ao Banco do Brasil. Os recursos serão investidos em despesas de capital, prioritariamente, em obras e equipamentos de Infraestrutura, Saúde e Segurança Pública, áreas de atuação aprovadas em lei pela Assembleia Legislativa do Piauí em 2020.

"Hoje, o Ministério da Economia publicou no Diário Oficial da União a autorização dessa operação com garantia da União, o que revela a boa capacidade de pagamento do Piauí. É um recurso que garante a continuidade e a execução do plano de investimentos dentro do Pro Piauí. Basicamente, obras e equipamentos. Não pode usar para custeio, nem para folha", reitera. 

VEJA ALGUMAS OBRAS QUE RECEBERÃO INVESTIMENTOS

Infraestrutura- recuperação e conclusão de rodovias, a exemplo de São Miguel do Tapuio-Pimenteiras, Campo Maior-Coivaras, São João do Arraial-Matias Olímpio, a PI-392; asfaltamento urbano nos próximos meses em mais de 70 cidades, obras de adutoras, barragens, entre outras. 

Saúde- complementar recursos da nova maternidade de Teresina, do hospital regional de Picos, reformas e ampliação em outros hospitais do interior, aquisição de ambulâncias, entre outros.

Rafael Fonteles destaca que, atualmente, o Piauí está equilibrado financeiramente, resultado de medidas adotadas nos anos de 2018 e 2019, além da articulação do governador Wellington Dias com os demais poderes. 

"O alerta que fica é que isso é algo dinâmico e temos que estar o tempo todo vigilante. Receita surpreende para cima e para baixo. Temos que estar preparados, sempre com um colchão de reserva, olhando sempre os números contábeis e fiscais para não estar daqui a dois, por exemplo, em uma situação de dificuldade como nós já passamos", destaca.

Foto: Roberta Aline/ Cidadeverde.com


CONCURSO PÚBLICO

Rafael Fonteles comentou ainda sobre agentes da Segurança Pública aprovados em concurso público, mas que ainda não foram convocados. 

"Houve aprovação pela Secretaria de Segurança da prorrogação do prazo para dar garantia que esse chamamento possa ser depois. O mais provável é que isso ocorra ao longo do próximo ano: novos cursos de formação e novas nomeações", destaca o secretário acrescentando que, este ano, já houve nomeações de delegados, escrivães e agentes da Polícia Civil. 

 

ASSISTA À ENTREVISTA COMPLETA


Graciane Sousa
[email protected]

Imprimir