Cidadeverde.com
Geral

Sem vacinas, mais de 130 cidades no Piauí não conseguiram antecipar segunda dose

Imprimir

Foto: divulgação Sesapi

Sem vacinas, mais de 130 cidades no Piauí não conseguiram antecipar a segunda dose da Astrazeneca. Após reivindicação do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Piauí (Cosems-PI), um lote com 110 mil doses do imunizante chegou ao estado nesta quinta-feira (21) e será utilizado para completar o esquema vacinal. 

A vice-presidente do Cosems-PI, Leopoldina Cipriano, explica que a demora não compromete a eficácia da vacina, mas impediu com que o estado cumprisse a antecipação do prazo de oito semanas de intervalo entre aplicação da primeira e segunda dose do imunizante.

"Temos cerca de 134 cidades que não conseguiram cumprir com o que foi pactuado anteriormente, que era a antecipação em oito semanas. Temos cidades que passaram até quatro semanas. Com a chegada hoje do lote de 110 mil doses, essa situação está resolvida, pois o que está faltando para regularizar são pouco mais de 90 mil", explica Cipriano.

A vacinação antecipada nos municípios depende do estoque do imunizante. De acordo com a bula da Astrazeneca, a vacina pode ser aplicada no intervalo de 4 a 12 semanas.

 

Graciane Sousa
[email protected]

Imprimir