Cidadeverde.com
Política

Prefeitura vai decretar calamidade e anuncia empresa da Bahia para gerir transporte

Imprimir

A Prefeitura de Teresina vai decretar calamidade pública no transporte coletivo e contratará uma empresa da Bahia para gerir o transporte da capital.

Na tarde desta quarta-feira (27), o prefeito Dr. Pessoa (MDB) disse que sua tolerância chegou ao limite e que vai implantar o Plano B, que é a contratação de uma empresa para gerir o sistema.

O decreto de calamidade pública está sendo elaborado pela Procuradoria Geral do Município. A prefeitura vai intervir no sistema de forma emergencial contratando a empresa e controlando a bilhetagem eletrônica.

"Já fizemos todas as tratativas. O diálogo não avança e não vamos aceitar mais. Vamos contratar uma empresa para termos um transporte coletivo de qualidade, controlando a bilhetagem, com integração, e completando rotas com vans. Eu estava ponderando, mas agora vamos colocar o plano B após a paralisação dos motoristas e cobradores", informou o prefeito ao tomar a 3ª dose da vacina contra a covid-19 no Hospital Universitário.

O prefeito considera a decisão drástica, mas necessária para colocar em funcionamento o transporte coletivo de Teresina. Dr. Pessoa disse que não vai aceitar mais "lenga-lenga" e que a decisão já está autorizada e assinada.

Foto: Yala Sena

"Eu não vou postergar. É uma ação firme e que já está assinada e autorizada quando tiver início a greve. Não vou tolerar atitudes que ferem a Constituição no direito de ir e vir da pessoa. É decisão drástica, mas necessária", declarou.

Dr. Pessoa ressaltou que a prefeitura cumpriu seu papel e que chegou a fazer pagamentos sem comprovação específica do transporte.

Flash Yala Sena
[email protected]

 

Imprimir