Cidadeverde.com
Política

Uma nova licitação é urgente, defende Dudu sobre o transporte

Imprimir

O vereador Edilberto Borges, o Dudu do PT, defendeu nesta quinta-feira (28) que a Prefeitura de Teresina faça uma nova licitação para o transporte público da capital. O serviço está novamente parado em virtude da greve dos trabalhadores do setor.

“A CPI apontou no relatório, a prefeitura tentou pactuar até que se resolva em definitivo, mas eu digo que uma nova licitação é urgente e com várias mãos. Até chegar lá outros caminhos poderão ser tomados”, disse o parlamentar em entrevista à TV Cidade Verde.

O superintendente da Strans, Major Cláudio Pessoa, confirmou que o prefeito Doutor Pessoa (MDB) vai assinar o decreto que estabelece situação de calamidade no transporte público de Teresina. De acordo com o superintendente, o decreto vai possibilitar que o município contrate empresas para o serviço em caráter emergencial para suprir a demanda dos usuários por transporte coletivo. A situação de calamidade no setor deve durar 180 dias, prazo em que a prefeitura estuda realizar uma nova licitação.

“Continua o desentendimento entre patrão e empregado. Na minha opinião não existe outra alternativa senão decretar calamidade. É só homologar, pois a calamidade se arrasta por anos”, afirmou Dudu.

Segundo ele, o serviço não pode mais ser prejudicado, ainda mais no momento em que a pandemia está desacelerando.

“A prefeitura está analisando a melhor forma para devolver o transporte público. Imagine rodar 30% saindo de uma pandemia e com as aulas voltando? Quem está pagando o pato mais uma vez é a população”, declarou.

Foto: Reprodução/TV Cidade Verde

Hérlon Moraes
[email protected]

Imprimir