Cidadeverde.com
Geral

DHPP investiga se morte dos dois adolescentes foi motivada por briga de trânsito

Imprimir

Foto: redes sociais 

Os adolescentes Luian Ribeiro de Oliveira, 16 anos, e Anael Natan Colins, 17 anos, encontrados mortos na tarde desta segunda-feira, nas margens da PI-112, podem ter sido assassinados após se envolverem em uma briga de trânsito, na madrugada do último sábado (16).

O delegado Francisco Baretta, coordenador do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHHP), confirmou que essa é uma das hipóteses investigadas pelas equipes que apuram o caso. 

“A gente não descarta nenhuma hipótese, mas hipóteses são verdades temporárias. A gente percorreu os últimos lugares em que esses rapazes foram vistos. Já abrimos uma linha do tempo e a investigação está bastante avançada. Não descartamos, mas também não direcionamos nenhuma investigação. Nós temos que conhecer primeiro os fatos em todas suas circunstâncias, para poder delimitar essa investigação”, destacou o delegado. 

O coordenador do DHPP também confirmou que pessoas que estavam nos estabelecimentos em que os adolescentes passaram antes de morrer prestarão depoimento. Familiares também devem ser convocados pela Polícia para prestar esclarecimentos sobre o caso. 

Os corpos dos adolescentes Luian Ribeiro de Oliveira e Anael Natan Colins foram encontrados no final da tarde desta segunda-feira, em um matagal nas proximidades da PI 112, rodovia que liga os municípios de Teresina e União. Familiares estiveram no local e fizeram o reconhecimento dos jovens, que estavam desaparecidos desde a madrugada do último sábado, após participarem de uma festa em um sítio nas proximidades da Ladeira do Uruguai, zona leste de Teresina. 

O Cidadeverde.com apurou com pessoas próximas às famílias que os corpos foram encontrados com sinais de espancamento e um deles tinha uma perfuração de bala na cabeça.

Após o desaparecimento, familiares e amigos chegaram a fazer uma campanha nas redes sociais em busca de informações sobre o paradeiro dos adolescentes. 

 


Natanael Souza
[email protected] 

Imprimir