Cidadeverde.com
Geral

Sobrevivente de acidente pede justiça e faz desabafo: "destruiu a minha família"

Imprimir

Foto: Breno Moreno

A decisão da Justiça em conceder liberdade ao advogado Marcus Vinícius, preso em flagrante nesta segunda-feira (3) após uma colisão que deixou uma pessoa morta e duas pessoas feridas, sendo uma delas um bebê de apenas oito meses, revoltou familiares das vítimas.

A filha de Raimundo Nonato, condutor que veio a óbito no local da batida, Alice Alves, estava ao lado do pai, no banco do passageiro, quando tudo aconteceu. Sobrevivente da tragédia, ela disse à reportagem do Cidadeverde.com não lembrar com detalhes como tudo aconteceu, mas cobra punição ao advogado.

“Não sei se desacordei na hora, só lembro que quando olhei para o lado já foi chamando meu pai. É revoltante. Queremos justiça, pois foi uma vida perdida. Perdi meu pai. Ele destruiu a minha família e, simplesmente por ter dinheiro, vai pagar uma fiança e ficar impune? Meu pai vai voltar?”, questionou Alice.

A revolta também é compartilhada por Aldenir Alves, viúva do motorista morto na colisão. Mesmo anestesiada pela situação e ainda sem acreditar na tragédia, a dona de casa criticou a decisão que pôs em liberdade o responsável pelo ocorrido.

“Se ele estiver solto, amanhã pode matar outra pessoa. Continua matando as pessoas e ninguém faz nada. Ninguém toma providência, mas queremos justiça, pois ele é um ser humano que precisa ser punido”, disse.

O acidente

O caso aconteceu na noite de ontem (2), por volta das 22h, no cruzamento das Avenidas Higino Cunha e Odilon Araújo, no bairro Piçarra, zona Sul de Teresina. O advogado Marcus Vinicius Nogueira conduzia uma Hilux SW4 que colidiu fortemente no carro Siena ocupado por Raimundo Nonato, filha, a nora e a neta, estas duas últimas seguem internadas no Hospital de Urgência (HUT).

Da Redação
[email protected]

Imprimir