Cidadeverde.com
Geral

Após onda de homicídios, Polícia Militar troca comandantes no litoral do Piauí

Imprimir
  • 07.jpg Divulgação/Polícia Militar
  • 06.jpg Divulgação/Polícia Militar
  • 05.jpg Divulgação/Polícia Militar
  • 05_capa.jpg Divulgação/Polícia Militar
  • 04.jpg Divulgação/Polícia Militar
  • 03.jpg Divulgação/Polícia Militar
  • 02.jpg Divulgação/Polícia Militar
  • 01.jpg Divulgação/Polícia Militar

 

 

Após a onda de homicídios e crimes no litoral nos últimos meses, a Polícia Militar do Piauí decidiu mudar o comando do 2º Batalhão, sediado em Parnaíba, responsável pelo policiamento na região. O tenente coronel Antônio Pacífico será substituído pelo também tenente coronel Erisvaldo Viana.

A Companhia de Policiamento Turístico (Ciptur), sediada em Luís Correia, também passará por mudanças. O major Danilo Palhano deixa o comando e será substituído pelo major Wilton. 

As passagens de comando acontecem na manhã desta segunda-feira (13), na sede do 2º BPM. O comandante geral da PM, coronel Lindomar Castilho, também participa da solenidade. 

O tenente coronel Erisvaldo Viana, que assume o 2º BPM, ocupava atualmente o Comando de Policiamento do Litoral Meio Norte e já participava das ações realizadas pela Polícia Militar nos municípios de Parnaíba, Luís Correia e Cajueiro da Praia. A ideia é que ele atue no sentido de reforçar os trabalhos ostensivos, principalmente contra as facções criminosas que passaram aterrorizar moradores e turistas nos últimos meses na região.

Já o major Wilton, que assume o comando da Ciptur, trabalhava atualmente como subcomandante do batalhão Rone. Ele também já comandou o 8º Batalhão, na zona sudeste de Teresina, e tem experiência junto à Força Nacional de Segurança. 

Crimes 

Os municípios do litoral do Piauí vivenciam uma onda de criminalidade nos últimos meses. A situação é atribuída a atuação de facções criminosas que disputam o comando de pontos de vendas de drogas na região.

Somente no último final de semana, cinco pessoas foram mortas em Parnaíba, três delas durante uma terreiro de Umbanda, durante uma atividade religiosa

Um ex-sargento da Polícia Militar também foi assassinado a tiros no litoral durante o final de semana. 

 

 

 

Natanael Souza
[email protected] 

Imprimir