Cidadeverde.com
Últimas

Wallace Lemos lamenta questões de gestão no River e dispara: "A briga política está atrapalhando"

Imprimir

Fotos: Jackson Nunes/RiverAC

Os trabalhos seguem até está quinta-feira (16) no Poleiro do Galo. A equipe sob o comando do técnico Wallace Lemos vem de uma pré-temporada longa desde a participação na Pré-Copa do Nordeste até agora. De lá para cá muita coisa aconteceu e uma das situações que mais chama atenção é o extra-campo já que a diretoria do Galo Carijó no momento não tem presidente e sim um interventor. Isso porque a justiça anulou a eleição e novas eleições ainda serão marcadas no clube. 

“Eu sou bem franco e não me esquivo das minhas responsabilidades. Nos tivemos vários problemas com essa questão de gestão. A briga politica está atrapalhando e atrapalhou muito o e isso afetou não somente a área do presidente, de quem seria o presidente, pois nós tínhamos esse combinado esse acordo com o Ítalo porque foi ele quem me contratou, mas tivemos vários problemas que dependiam de outras áreas para poder se organizar então afetou sim para que o presidente pudesse estar totalmente presente aqui conosco”, afirmou o técnico Wallace Lemos. 

O técnico Wallace Lemos fez questão de falar agora sobre o assunto e não escondeu o incomodo com a atual situação e o fato de que se preocupa em como isso ainda pode afetar o seu trabalho e dos atletas que estão tentando focar no Campeonato Piauiense que inicia no dia 15 de janeiro e deu exemplos de como essa novela extra-campo vem prejudicando seu trabalho. 

“Isso afeta várias coisas. Afeta o aspecto financeiro, alimentação a parte de trabalho dentro do campo. Tivemos problemas de passagens para atleta poder chegar, perda de atletas por conta desse imbróglio da diretoria de não saber e não dar uma tranquilidade para os atletas e por isso que eu falo que nos hoje chegamos com a primeira etapa concluída porque quem está aqui é porque querem e porque acreditaram no projeto”, acrescentou o técnico do River. 

A eleição anterior que elegeu Ítalo Rodrigues como presidente foi anulada pela justiça no dia 1ª de dezembro, após recurso da chapa de opção ‘Resultado e Transparência’ encabeçada por Robert Ibiapina. Por isso, mais uma vez entrou em ação a figura do interventor, no caso, Raimundo Nonato, procurador na capital que terá como principal função basicamente organizar novas eleições. 

Porem o técnico do Galo fez questão de frisar que todo seu acordo e prestação de serviço é devido ao acordo fechado com o então presidente Ítalo Rodrigues. “Todo meu acordo, combina e dedicação é para com ele (Ítalo) foi ele que me contratou e estou aqui pela palavra dele”, fechou. 

O River fará uma breve pausa na fase de pré-temporada do dia 17 até o dia 26 de dezembro e se reapresenta no dia 27 de dezembro no CT Afrânio Nunes. A estreia do Galo será no dia 15 de janeiro quando visita o Oeirense, às 16h, no estádio Gerson Campos, em Oeiras. 

 

Pâmella Maranhão 
[email protected]

 

Imprimir