Cidadeverde.com
Últimas

Como ganhar dinheiro com produção de conteúdo

Imprimir

Foto: Arquivo/Cidadeverde.com

A criação de conteúdo é um dos caminhos mais lucrativos e interessantes para quem quer faturar alto, mas muita gente não tem nem idéia de que poderia estar trabalhando com isso e que é possível começar agora mesmo, com o que tem.

Abaixo, algumas formas de como ganhar dinheiro com produção de conteúdo escrito, em vídeos e em fotos.

Basta escolher qual mais se relaciona com o seu perfil e iniciar sua jornada de enriquecimento através da internet!

Produção de Conteúdo em Texto

Quem quer ganhar dinheiro na internet, pode, entre muitas outras coisas, investir na produção de conteúdo escrito. As formas de ser recompensado por esse trabalho são inúmeras e os valores podem ser realmente interessantes.

Quem gosta de escrever, possui facilidade com regras ortográficas e um pouco de criatividade, pode começar sua jornada pelo mundo da produção de conteúdo através de diversos sites que oferecem vagas para freelancers dispostos a escrever textos, dos mais diversos, para empresas e sites.

Sites como o Workana ou Freelancer, não só auxiliam redatores a encontrar clientes (e vice-versa), como asseguram a satisfação de ambos os lados, já que fazem o trabalho da intermediação da entrega do trabalho e, também, da realização do pagamento.

No Workana, os pagamentos são feitos em reais, mas quem conhece um pouco da língua inglesa, também pode se arriscar no Freelancer e em outras plataformas que pagam em dólares ou até em outro tipo de moeda, como Bitcoin.

Produção de conteúdo em vídeo

Quem tem facilidade de comunicação e se sente à vontade em frente às câmeras, pode aproveitar para ganhar dinheiro com produção de conteúdo para o Youtube e outros canais, como o Tiktok, por exemplo.

Diferentemente dos textos feitos por solicitação de clientes, ter um canal dá liberdade para o produtor dos vídeos falar sobre o que quiser.
Um músico, por exemplo, pode fazer vídeos mostrando seu talento, dando aulas sobre como tocar algum instrumento ou dando dicas para iniciantes.

A grande maioria das plataformas que remuneram por visualizações, paga em dólar, o que permite que o produtor realmente possa pensar em ganhar um bom dinheiro com esse tipo de trabalho.

Essa remuneração é feita através da exibição de anúncios que são feitos através de programas de Ads.

Esses anúncios, muitas vezes, não tem relação direta com o assunto tratado nos vídeos, mas se relacionam com o perfil da pessoa que está assistindo.

Um vídeo de música, por exemplo, pode mostrar anúncios diferentes para cada usuário que está assistindo.

Um usuário que trabalha com internet, pode visualizar anúncios de revenda de sites, enquanto um usuário que está pesquisando há dias por um carro para comprar, pode ver anúncios de concessionárias da sua região.

O produtor do conteúdo tem muito pouco controle sobre o tipo de publicidade que será exibida, mas pode fazer alguns bloqueios sobre certos temas que não deseja exibir.

Além da publicidade por Ads, ainda existe a possibilidade de fazer parcerias com empresas do mesmo nicho que o canal.

No caso do músico, por exemplo, ele pode fazer um vídeo falando sobre os melhores ukuleles, violões e cavaquinhos e entrar em contato com as marcas dos instrumentos que ele vai apresentar, solicitando uma parceria, que pode ser remunerada em itens da marca ou em dinheiro mesmo.

Essa é uma forma de ser remunerado, por duas fontes diferentes, pelo mesmo trabalho.

Ganhar dinheiro no Youtube sem aparecer

Quem percebe o quanto é possível monetizar a produção de conteúdo, certamente se sente tentado a começar um canal, porém, nem todo mundo se sente confortável ao aparecer na câmera, o que pode, a princípio, parecer um impossibilitador do projeto, mas, na verdade, não é.

Hoje, o que não faltam, são canais em que o produtor não aparece. Uns dos mais conhecidos tipos de vídeos do Youtube em que o produtor não precisa aparecer são os vídeos de comentaristas.

Nesse período de reality shows, por exemplo, há diversos canais onde o produtor paga o Pay-per-View para assistir bbb ao vivo 24 horas e ter todos os assuntos em primeira mão.

Através de cortes de imagens e edições que deixem claro que não se trata de uma reprodução ilegal, o produtor inclui sua voz e outras informações, fazendo com que o vídeo aproveite da grande audiência do programa para conseguir visualizações e participações, sem que ele precise incluir sua imagem no vídeo.

O mesmo vale para temporadas de jogos de futebol, outros reality shows, assuntos relacionados a famosos e diversos outros.

Nesse caso, o foco do canal não é a vida, as características ou os dons e talentos do produtor, mas sim, um assunto que interesse a muitas pessoas que se sentirão motivadas a assistir o conteúdo.

Produção de conteúdo por fotos

Quem gosta de fotografia e tem o Instagram como uma das redes sociais favoritas, pode investir na carreira de influencer e trabalhar com remuneração por publicidade feita através de parcerias.

Embora esse seja um dos maiores desejos das mulheres mais jovens, este é um dos tipos de produção de conteúdo que mais demora para “deslanchar”, o que não significa que não valha a pena tentar.

Aliás, é perfeitamente possível unir algumas dessas atividades.

Quem tem um canal no Youtube já está na metade do caminho, principalmente se o produtor dos vídeos já está acostumado a mostrar sua imagem e voz.

Basta criar um perfil no Instagram e compartilhar as fotos e vídeos das suas experiências.

Quem tem um perfil falando sobre turismo e viagens, por exemplo, pode entrar em contato com companhias aéreas a fim de oferecer cupons de desconto e ser remunerado conforme esses cupons forem sendo utilizados, afinal, essa é uma forma da companhia aérea saber que aqueles clientes vieram através do influencer.

Entrar em contato com essas empresas não é difícil, pois todas elas possuem sites onde é possível falar com a área comercial e fazer propostas. Mas essa não é a única forma de ser recompensado.

O influenciador pode fazer uma proposta única e encaminhar para companhias de todos os lugares do mundo, entrando no site da Voegol ao da Qatar Airways e programar até mesmo uma volta no globo, com direito a fotos no Insta, vídeos no Youtube e, claro, muita propaganda.

Além disso, nessas viagens, o influencer precisa de hospedagem, roupas, ingressos para eventos e diversas outras coisas que podem ser minuciosamente programadas e garantidas através de parcerias comerciais, tanto para divulgação no Instagram quanto para canais do Youtube.

Para ouvir um sim das companhias, no entanto, é preciso investir bastante na conquista de seguidores (as empresas não costumam investir em perfis com menos de 100 mil seguidores) e, claro, no engajamento dessas pessoas, afinal, não é difícil comprar likes e as grandes empresas contam com departamentos de marketing com especialistas que irão analisar o perfil a fundo e descobrirão caso os seguidores sejam comprados.

Considerações Finais

Como se pode notar, todo mundo pode produzir conteúdo, o que não significa, de forma alguma, que isso seja um trabalho fácil e que seja rapidamente remunerado.

A produção de conteúdo é uma profissão como todas as outras e exige que o profissional se aperfeiçoe diariamente para que seu trabalho seja reconhecido e bem remunerado.

Se você achou esse conteúdo útil e acredita que ele pode incentivar alguém a começar ou avançar na carreira de produtor, não deixe de compartilhar!

Da Redação
[email protected]

Imprimir