Cidadeverde.com
Esporte

Ceni indica novo rodízio, e principais reforços devem ganhar chances no São Paulo

Imprimir

Depois de dois jogos com praticamente a mesma escalação, o rodízio deve voltar a aparecer no São Paulo. Em entrevista coletiva depois da derrota para o Palmeiras, Rogério Ceni indicou que fará diversas mudanças no time titular nas partidas contra o Mirassol, neste domingo (13), pelo Campeonato Paulista, e Manaus, na quarta-feira (16), pela Copa do Brasil.

Crédito: Crédito da foto: Érico Leonan/saopaulofc.net

As trocas deverão resultar em oportunidades para dois dos principais reforços da temporada: Patrick e Nikão. O ex-jogador do Inter foi ausência em oito partidas por causa de uma lesão muscular. Ele atuou por 31 minutos na derrota para o Palmeiras, ao entrar no lugar de Gabriel Sara.

A lesão do titular e a substituição são indicativos da nova oportunidade para Patrick. Sara deixou a partida com uma entorse no tornozelo direito e será desfalque no jogo contra o Mirassol. O camisa 88 é uma das opções de Ceni para o lado esquerdo do esquema 4-1-3-2.

Caso opte por alterar peças, Ceni poderia colocar Nikão pela direita e inverter Igor Gomes para a esquerda. Principal reforço da temporada, depois de uma quase ida para o Internacional, o meia-atacante ficou fora das últimas três partidas por causa do protocolo da Federação Paulista de Futebol em casos de Covid-19. A entidade exige que o atleta fique afastado por 10 dias.

No meio de campo, o treinador ainda poderá contar com mais uma volta.

"Eu considero o Mirassol o melhor do interior dos que eu vi jogar - excluindo o Red Bull Bragantino. Vamos tentar achar um time competitivo, que tenha os jogadores com os melhores condicionamentos físicos e que consiga jogar de igual para igual com o Mirassol. Quarta teremos um jogo decisivo [contra o Manaus, pela Copa do Brasi]. 

Estamos vendo experiências de equipes maiores que não estão conseguindo vencer, levando partidas para os pênaltis. Vamos ter que fazer trocas para ter jogadores mais inteiros e eles vão ter que dar conta do recado, primeiro contra o Mirassol e depois contra o Manaus", disse Ceni.

Recuperado de uma lesão muscular rara que o acompanhou desde outubro do ano passado, Luan foi relacionado para a partida contra o Palmeiras e deverá estar à disposição também contra o Mirassol. A dúvida é se ele já terá condições de começar o duelo desde o início.

Luan pode ser considerado um reforço para Ceni. O volante se machucou logo no primeiro treino do técnico e não entrou em campo nenhuma vez ainda.

O jogo contra o Palmeiras foi apenas o segundo em que ele pôde ser relacionado -a outra havia sido contra o América-MG, pela última rodada do Campeonato Brasileiro.

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

Imprimir