Cidadeverde.com
Política

Progressitas filia Kleber Montezuma, Marden e Gustavo Neiva e reforça chapa proporcional

Imprimir
  • pp8.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • pp7.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • pp6.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • pp5.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • pp4.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • pp3.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • pp2.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • pp1.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com

O presidente estadual do Progressistas, Júlio Arcoverde, oficializou a filiação de 12 novos nomes do partido em um ato que contou com a presença do ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira (Progressistas), e do pré-candidato Silvio Mendes (União Brasil) e do presidente estadual do PSDB, Luciano Nunes. 

No evento, dois tucanos deixaram o PSDB para se filiar ao Progressistas, sendo eles o ex-secretário de Educação, Kleber Montezuma, e o deputado estadual Marden Menezes. 

O ex-secretário abdicou da pré-candidatura ao Senado e disputará uma vaga na Câmara Federal. Já Marden Menezes concorrerá à reeleição na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi). 

O deputado Gustavo Neiva também desembarcou no partido nesta manhã.  Além dele, assinaram a ficha de filiação o secretário de Assistência Social Campo Maior, Dogim Félix, os ex-deputados Édson Ferreira e Ferreira Neto, o ex-prefeito de São Raimundo Nonato, Avelar Ferreira, o ex-vereador de Cocal, Edmilson, o pré-candidato Quem-Quem, o capitão Éverton Araújo e a liderança de Picos, Júnior Nobre. 

O pré-candidato Kleber Montezuma destacou que o motivo da decisão de deixar o ninho tucano para migrar para o Progressistas ocorreu porque o PSDB não obteve condições de formar uma chama. 

“Fui convidado para ser candidato e o PSDB não teve condições de formar chapa e nesse caso recebi um convite do senador Ciro Nogueira para ser candidato no Progressistas”, destacou. “O bom seria que o PSDB tivesse a chapa e eu estivesse concorrendo lá, mas infelizmente não foi possível”, destacou Kleber Montezuma. 

Marden Menezes pontuou que ingressou no Progressistas aderindo a uma estratégia de União entre as forças da oposição. 

“Foi uma tomada de decisão pela articulação de ter uma união, não estou visando só o meu lado individual. É uma articulação coletiva onde estamos unindo as forças de oposição, tanto que essa minha decisão está em total harmonia com o PSDB”, destacou. 

Gustavo Neiva avaliou positivamente a chapa proporcional do Progressistas e disse que a mudança atende também a um anseio por mudanças no estado. 

“É um sentimento de muita alegria pois o Progressistas é um partido onde tenho muitos amigos, aceitamos de apresentar uma grande chapa de deputado federal e estadual com grandes opções e é com esse time que vamos atender o anseio da população piauiense de atender a necessidade de mudança da população do Piauí”, pontuou. 

Ciro Nogueira comemorou a realização do evento de filiações e defendeu o sentimento de mudança, que ele afirma ver ao percorrer o estado do Piauí. 

“É um sentimento de mudança que tomou conta do Piauí, sentimos que as pessoas precisam de uma boa chapa de deputados federais e estaduais”, pontuou.

Flash Paula Sampaio
[email protected]

Imprimir