Cidadeverde.com
Esporte

Ytalo marca dois, mas Red Bull Bragantino só empata na casa do Vélez Sarsfield

Imprimir

Com dois gols de Ytalo e jogando com um a menos desde os 21 minutos do segundo tempo - Aderlan foi expulso - o Red Bull Bragantino voltará de Buenos Aires, na Argentina,com um ponto na bagagem após empate por 2 a 2 com o Vélez Sarsfield, nesta quinta-feira, pela Copa Libertadores.

A partida foi válida pela segunda rodada do Grupo B e disputada no estádio José Amalfitani

O time brasileiro começou bem na partida, abrindo o marcador logo no primeiro minuto, com Ytalo. Mas sofreu o empate aos oito com De lós Santos.

No segundo tempo, logo no primeiro minuto, Cleiton saiu mal do gol em um cruzamento e a bola bateu no peito de Natan para entrar, contra. Ytalo, aos 17 minutos, deixou tudo igual e depois da expulsão de Aderlan, o Bragantino segurou o empate até o final.

Com o resultado, o time brasileiro soma quatro pontos no Grupo B, mesmo número do que o Estudiantes - o time argentino leva vantagem no saldo de gols (3 a 2). O Vélez, que estreou sendo goleado pelo Estudiantes por 4 a 1, segue sem vencer na Libertadores e soma apenas um ponto.

O Red Bull Bragantino vira a chave agora e volta a campo pelo Campeonato Brasileiro no domingo, quando recebe o Atlético-GO. Pela Copa Libertadores, joga pela terceira rodada somente no dia 26 de abril, novamente na Argentina, onde encara o Estudiantes, no estádio Jorge Luis Hirschi.

O Velez Sarsfield pela Libertadores joga no mesmo dia diante do Nacional, do Uruguai, novamente em casa.

A partida começou movimentada e logo no primeiro minuto o Bragantino abriu o marcador no primeiro ataque. Após cruzamento de Aderlan pela direita, Ytalo apareceu no meio da defesa para desviar para o gol.

Atrás do marcador, o time argentino se lançou ao ataque e conseguiu logo o empate. Aos sete minutos, Orellano bateu falta na área pela esquerda e De los Santos subiu sozinho na segunda trave para cabecear e deixar tudo igual.

Após sofrer o empate, o Bragantino se desorganizou e, errando muito as saídas de bola, tomou pressão do time argentino, que criou pelo menos quatro chances de virar o placar. Aos 23 minutos, Ortega cruzou rasteiro para Pratto bater de primeira para fora, rente ao gol de Cleiton.

O goleiro do time brasileiro evitou a virada aos 30 minutos, em chute de Janson. Orellano, aos 39, e Perrone, aos 46, ainda tentaram, mas o primeiro tempo terminou empatado.

O segundo tempo começou como no primeiro tempo, com gol sendo marcado logo no primeiro minuto. Desta vez, foi o Vélez quem marcou após Cleiton falhar na saída de gol em cruzamento pela esquerda e a bola bater no peito do zagueiro Natan para entrar. Gol contra.

O Bragantino buscou o empate aos 17 minutos, com Helinho cruzando para Ytalo subir no meio da defesa e cabecear no alto por cima do goleiro. O gol do empate não aliviou as coisas para o time brasileiro que viu aos 21 minutos Aderlan ser expulso após falta em Bouzat.

 Com um a menos, o Bragantino se segurou na parte defensiva e buscava encaixar um contra-ataque para tentar o terceiro gol. No final, Sosa Sánchez foi quem teve duas chances, mas desperdiçou.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir