Cidadeverde.com
Esporte

Corinthians faz sua estreia em casa pelo Campeonato Brasileiro

Imprimir

Após vencer o Deportivo Cali por 1 a 0 nesta quarta-feira (13), pela segunda rodada da Libertadores, o Corinthians se prepara para disputar seu primeiro jogo em casa pelo Campeonato Brasileiro.

Foto - Corinthians - Divulgação

O clube alvinegro paulista recebe o Avaí neste sábado (16), na Neo Química Arena, a partir das 19h, pela segunda rodada da Série A.

Para repetir o sucesso da estreia no Brasileiro, quando venceu o Botafogo por 3 a 1, o Corinthians busca manter a invencibilidade como mandante contra o clube catarinense -foram sete jogos em casa, dos quais o clube alvinegro venceu cinco e empatou dois.

O mando de campo também garante ao elenco corintiano o apoio de sua torcida, um fator destacado pelo técnico Vítor Pereira após a vitória contra o Deportivo Cali.

"Hoje foi um jogo em que se viu de tudo, vê-se o espírito corintiano dentro e fora do campo. Pra mim, que já corri o mundo, nunca vi nada igual. Porque apoiam durante os 90 minutos, nos transmitem a energia que nós precisamos, e sente-se a paixão e a energia. Minha gratidão para eles, e falo em nome de toda a equipe", disse o treinador após a partida.

A respeito do jogo, em que o clube alvinegro foi superior, mas sofreu para assegurar o triunfo por 1 a 0, Pereira voltou a citar o "espírito" corintiano dentro de campo.

"Qualidade de jogo a maior parte do tempo. Futebol é assim: criamos, criamos situações e não conseguimos o primeiro gol. Demorou a chegar, mas chegou também por esse espírito que ressaltei. Hoje merecemos o respeito da torcida e todos que amam o clube", avaliou o técnico.

O sofrimento nos minutos finais da partida, quando os colombianos pressionaram e levaram perigo em lance de Caldera, que isolou, foi uma situação compreensível, segundo o comandante corintiano.

"Faz parte do futebol. Sofremos na parte final. Como o resultado é curto, ficamos com receio de subir e levar bola nas costas, mas o resultado foi justíssimo", completou.

O técnico também reafirmou a importância do rodízio entre os jogadores em campo, algo que vem praticando nas últimas partidas, reforçando a necessidade de preservar o elenco em um calendário excessivo de jogos, e equilibrar atletas mais novos e experientes. 

"O que é claro pra mim é que, se estivermos cansados, não conseguimos jogar com a dinâmica e pressão que pretendo. A lição é, pra mim, os mais experientes com muita qualidade, e os mais novos com muita vontade e energia, e manter a equipe num nível competitivo alto. Esse é o desafio: misturar uns e outros, permitir que não sejam forçados a jogar numa fadiga grande", afirmou.

Para a partida deste sábado, Vítor Pereira poderá contar com o lateral-direito Rafael Ramos, apresentado nesta sexta-feira (15), que deve disputar a vaga com João Pedro.

O lateral Fagner será ausência novamente, como na estreia contra o Botafogo, cumprindo seu segundo jogo de suspensão após expulsão na última rodada do Brasileiro de 2021. 

Uma provável escalação do Corinthians tem: Cássio, Rafael Ramos, João Victor, Raúl Gustavo e Lucas Piton; Du Queiroz, Cantillo e Giuliano; Adson, Róger Guedes e Júnior Moraes.

O Avaí, por sua vez, tem como dúvida o volante Bruno Silva, ausente dos últimos treinamentos, e que deve ser reavaliado para o jogo. O técnico Eduardo Barroca deve ir a campo com: Douglas; Kevin, Bressan, Arthur Chaves e Cortez; Raniele, Jean Cléber (Bruno Silva) e Vinícius Leite; Morato, Copete e Muriqui.

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

Imprimir