Cidadeverde.com
Últimas

ONU diz que 2 mil civis morreram na Ucrânia após invasão russa

Imprimir

Foto: reprodução/gabinete do presidente da Ucrânia



A agência de direitos humanos das Nações Unidas registrou um total de 1.982 mortes de civis na Ucrânia desde 24 de fevereiro, quando começou o conflito, até 14 de abril. Os dados foram publicados em comunicado no site oficial da entidade, que ainda alerta que os números reais podem ser muito maiores já que o recebimento de informações de alguns locais onde ocorreram confrontos foi adiado e muitos relatórios ainda aguardam confirmação.

O Escritório do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH, na sigla em inglês) disse em nota que pelo menos 2.651 pessoas ficaram feridas em igual período analisado. Em mesmo relatório, a agência pontua que a maioria das mortes e dos ferimentos aos civis foi causada pelo uso de armas explosivas com uma ampla área de impacto, "incluindo bombardeios de artilharia pesada e sistemas de foguetes de lançamento múltiplo, mísseis e ataques aéreos", afirmou.

De acordo com análise feita pelo governo da Ucrânia até as 7h30 do dia 15 de abril, desde o início da guerra, pelo menos 2.700 civis foram mortos, incluindo mulheres e crianças. Em período semelhante, o órgão registra mortes de 198 crianças.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir