Cidadeverde.com
Política

Ana Paula justifica permanência no MDB para disputar vaga na Alepi

Imprimir

Foto: Renato Andrade/Cidadeverde.com 

A ex-superintendente da Saad Norte, Ana Paula, falou pela primeira vez sobre o motivo pelo qual decidiu permanecer no MDB e não migrar para o Republicanos, juntamente com o restante do grupo do prefeito Dr. Pessoa. Ela é pré-candidata a deputada estadual. 

Ana Paula explicou que chegou a ser cotada para uma pré-candidatura no partido do grupo do prefeito. Na época, no entanto, não aceitou, pois, segundo ela, ainda não havia definido junto ao secretário José Santana (MDB), sobre qual dos dois seria pré-candidato na eleição do próximo mês de outubro.

Ana Paula também argumentou sobre outro motivo pelo qual optou pelo MDB. Para a ex-deputada, a sigla é um partido de origem, no qual ela foi eleita pela primeira e com o qual também tem uma ligação familiar. 

“Há algum tempo, Dr. Pessoa até cogitou essa possibilidade, mas como não tinha a certeza de que seria candidata, não poderia ir para o Republicanos para não gerar expectativa de que a deputada Ana Paula seria candidata, sem ser. A gente não tinha decidido até o momento e depois que decidimos, decidi ficar no PMDB, que é um partido de origem, onde eu meu me candidatei pela primeira vez. O MDB faz parte da minha história”, declarou. 

Questionada também sobre uma possível saída do superintendente Daniel Carvalho da SAAD Norte, Ana Paula destacou que está é uma decisão do prefeito, mas, acrescentou não ter sido comunicada acerca da situação até este momento. 

Conforme aliados do primeiro escalão de Dr. Pessoa, emedebistas serão exonerados de pastas que ocupam na administração municipal.

 

Flash Paula Sampaio
[email protected] 

Imprimir