Cidadeverde.com
Política

Câmara marca audiência sobre reajuste com professores e secretário de Educação

Imprimir

Foto: Arquivo Cidade Verde

A Comissão de Educação da Câmara de Teresina vai reunir na segunda-feira (23) professores e membros da administração municipal para debater acerca do reajuste salarial de 33,24% fixado pelo governo federal e que é pleiteado pela categoria. 

Segundo a presidente da Comissão, a vereadora Fernanda Gomes (Solidariedade), a realização da audiência pública atende a um pedido de professores e contará também com a presença do secretário Nouga Cardoso e do procurador-geral do município, Aurélio Lobão. 

Também foram convidados para a reunião o Ministério Público do Piauí (MPPI) e o Tribunal de Contas do Estado (TCE). 

“Em conjunto com a Comissão de Educação resolvemos por bem, até porque é a casa do povo, dialogar com os professores que estavam solicitando [a audiência pública]. Vai ocorrer na segunda-feira juntamente com outras autoridades, como o secretário Nouga e o procurador-geral do município e Ministério Público e o Tribunal de Contas”, destacou a parlamentar. 

Foto: Renato Andrade/ Cidade Verde

Conforme apurado pelo portal Cidade Verde, a audiência pública era pleiteada pelos professores, pois estes querem que a administração municipal prove não possuir capacidade financeira para conceder o reajuste salarial de 33,24% fixado pelo governo federal. 

O reajuste aprovado pelos vereadores e sancionado pelo prefeito Dr. Pessoa (Republicanos) para o magistério foi de 16% linearmente. 

O presidente da Casa, Jeová Alencar (Republicanos) frisou que a Câmara Municipal está aberta para intermediar o diálogo entre as partes. Ele ponderou ser justa a reivindicação do magistério, mas também relembrou que a prefeito fez o possível para conceder o piso nacional aos professores. 

É justo cada categoria buscar melhorias de salário, de condições de trabalho, entendemos também que a prefeitura fez um esforço grande para atender o piso dos professores. Não podemos nos furtar do debate e teremos o maior prazer em nos reunir com os professores. Estamos de braços abertos para intermediar esse diálogo", disse.

 

Paula Sampaio
[email protected]

 

Imprimir