Cidadeverde.com
Esporte

Técnico Marcelo Vilar minimiza derrota e frisa manutenção no G4 do Fluminense-PI

Imprimir

Fotos: Renato Andrade/Cidadeverde.com

A equipe do Fluminense treinou na tarde desta quinta-feira (26), no Lindolfo Monteiro. O palco do jogo de sábado (28) contra o Pacajus-CE, às 16h, em Teresina. O jogo é válido pela 7ª rodada do Brasileiro Série D. O Vaqueiro é atual terceiro colocado com nove pontos somados, mas vem de uma sequência de quatro jogos sem vencer – são três empates e uma derrota. 

“O grupo está tranquilo com relação a isso aí. O que a gente pensa muito é em desempenho, o desempenho do time no jogo contra o 4 de Julho aqui não me agradou, mas contra o time do Moto Club foi convincente. Infelizmente, desatenção no final do jogo nos levou a uma derrota, uma vitória que podia estar próxima. A vitória estava ali, por conta de dois ou três minutos a gente não alcançou”, explicou Marcelo Vilar. 

Dentro da formação principal algumas peças ganharam oportunidade de titularidade, variando um pouco a formação tradicional. No meio de campo, Sapê e Maurício como duplas de volantes ao invés de Pio, que segue se recuperando de lesão e Mazinho, que sequer foi relacionado para o último jogo em São Luís.
E no setor ofensivo, Waldir ganhou chance no lugar de Tarcísio e na formação do treino, Vilar deu a impressão que essa mudança será mantida. 

Apesar do tropeço dentro da competição, quem segue bem com a camisa do Fluminense é o atacante Mário Sérgio, autor dos dois gols na derrota por 3 a 2 para o Moto. O atleta chegou aos 24 gols na temporada e para ‘Super Mário’ o time foi derrota no momento em que ainda poderia dentro da competição nacional. 

“Eu o que eu falo com meus companheiros. A gente perdeu no momento certo ali, estamos no G4, na zona de classificação e perdeu quando poderia perder. Seguimos focados e prontos para fazer um grande jogo no sábado. Contra o Moto Club fizemos um grande jogo, e essa parte de motivação não tem o que falar porque não falta aqui, infelizmente vacilamos no final do jogo e acabamos tomando a virada, mas como falei é ter cabeça no lugar”, disse o artilheiro da temporada, Mário Sérgio. 

O Fluminense fez seis jogos e conquistou 50% dos pontos. Desses seis jogos dois foram em casa e quatro deles fora de casa e com isso restam oito partidas em que a maioria os piauienses estarão como mandantes. 

O próximo compromisso do Fluminense será contra o Pacajus-CE, que é vice-líder da chave com 11 pontos. O jogo acontece no sábado (28), às 16h, no Lindolfo Monteiro, em Teresina. 

 


Pâmella Maranhão 
[email protected]

Imprimir