Cidadeverde.com
Esporte

Mendoza brilha e Ceará derruba invencibilidade do América-MG no Independência

Imprimir

O Ceará não se intimidou em jogar fora de casa e superou o América-MG, por 2 a 0, na noite desta quarta-feira. O destaque do jogo foi Mendoza, que marcou os dois gols da vitória cearense.

Foto: Fausto Filho/CearaSC.com

O jogo, válido pela décima rodada do Campeonato Brasileiro, foi realizado na Arena Independência, em Belo Horizonte.

Além da vitória, o Ceará quebrou um jejum de sete anos sem vencer o rival. A última vitória foi em 2015, quando fez 3 a 0 na Copa do Brasil. De lá para cá, foram nove jogos, seis empates e três derrotas.

O América não sabia o que era perder no Independência há 14 jogos. A última derrota tinha sido em 23 de agosto de 2021, diante do Red Bull Bragantino, por 2 a 0, pelo Campeonato Brasileiro.

O resultado deixa o Ceará com 13 pontos, no meio da tabela. Está há seis jogos invicto, sendo duas vitórias e quatro empates. O América-MG, que vinha de três jogos sem perder, segue com 14 pontos e deve deixar o G-6, zona de classificação à Libertadores

Principal jogador do Ceará, Mendoza não perdeu tempo e conseguiu a primeira finalização logo no começo, mas a bola foi no lado de fora da rede. O América respondeu com Marlon, que recebeu dentro da área e limpou com estilo, mas chutou em cima do goleiro.

Os donos da casa tinham mais presença ofensiva, mas sofreram o gol em rápida jogada do Ceará, aos 21 minutos. Rodrigo Lindoso ficou com bola ainda no campo de defesa e fez lindo lançamento para Mendoza.

Ele venceu o marcador com bom giro e finalizou ainda da meia-lua, apenas deslocando o goleiro. O árbitro ainda precisou revisar o lance por possível falta na disputa de Mendoza com Patric, mas o gol foi confirmado.

No segundo tempo, Mendoza seguiu dando trabalho à zaga mineira e quase marcou sem querer, após fazer cruzamento sem ângulo. Jailson foi obrigado a espalmar.

Mas aos nove minutos, o atacante fez seu segundo gol na partida e o 15º na temporada. Desta vez, recebeu lançamento de Richard, dominou na grande área, pela esquerda, e chutou cruzado para ampliar.

A partir daí, o jogo ficou faltoso. O Ceará apertou a marcação para manter a vantagem e o América não conseguia encaixar jogadas para voltar para o jogo. Já nos acréscimos, o América teve mais uma chegada, mas Gustavinho chutou mascado dentro da área e o placar de 2 a 0 se confirmou.

Os dois times voltam a campo no próximo domingo, às 16h, pela 11ª rodada, ambos fora de casa. O América encara o São Paulo, no Morumbi, em São Paulo (SP), enquanto o Ceará viaja a Curitiba (PR), onde enfrenta o Coritiba, no Estádio Couto Pereira.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir