Cidadeverde.com
Geral

Família de Vanessa Carvalho faz protesto e cobra celeridade no julgamento do caso

Imprimir

Foto: Renato Andrade/Cidadeverde.com 

Familiares e amigos de Vanessa Carvalho, morta após ser atropelada na saída de uma festa de casamento em setembro 2019, estiveram na manhã desta terça-feira (14) em frente ao Fórum Criminal de Teresina para pressionar o judiciário a marcar a data do julgamento de Pablo Henrique Campos, acusado de feminicídio contra Vanessa e tentativa de feminicídio contra a então namorada, Anuxa Alencar. 

Edson Carvalho, pai de Vanessa , conversou com o Cidadeverde.com e lamentou a morosidade da Justiça na conclusão do caso. Para ele, é um tormento ficar revivendo o dia da morte de sua filha sempre que participa de uma manifestação cobrando celeridade da Justiça.

“A gente quer saber onde é que está a Justiça. Não quero acreditar que o crime compensa. É muito difícil para um pai, uma mãe viver numa situação de estar aqui dando uma entrevista pra vocês sobre o assunto. A gente espera que a Justiça acelere o mais rápido possível”, destacou Edson Carvalho.

Foto: Renato Andrade/Cidadeverde.com 

A advogada da família de Vanessa, Lina Brandão, afirmou que o processo chegou de Brasília há 20 dias e se encontra no Tribunal de Justiça aguardando parecer do relator aguardando definição para seguir para a Vara do Júri no Fórum Criminal e, com isso, ser marcado o julgamento de Pablo Henrique.

“Eles não encaminham para marcarem o julgamento. É uma família que já está calejada de tanto sofrimento Graças a Deus nenhum recurso dele foi pra frente. Não teve erro. Mas a família está calejada e quer um julgamento”, acrescentou Lina Brandão.

Segundo o pai de Vanessa, a amiga Anuxa Alencar também participou da manifestação e cobra por Justiça pela morte de Vanessa Carvalho.

Foto: Arquivo Pessoal

Relembre o caso 

Vanessa Carvalho e a amiga Anuxa Alencar foram atropeladas no momento em que saiam de uma festa de casamento em um buffet na Avenida Homero Castelo Branco, zona leste de Teresina, na madrugada do dia 29 de setembro de 2019. O acusado do crime é Pablo Henrique Campos Santos, que na época era namorado de Anuxa. 

De acordo com testemunhas, houve uma discussão entre Pablo e a namorada Anuxa Alencar durante um casamento. O suspeito teria saído da festa, pego o carro e seguido em direção a Anuxa que saiu acompanhada da amiga Vanessa Carvalho, 27 anos. Ao avistá-las, Pablo teria jogado o carro contra as duas.

Vanessa não resistiu aos ferimentos e morreu. Anuxa foi encaminhada ao hospital em estado grave. 

Com sinais de embriaguez, Pablo Campos foi preso em casa horas após o atropelamento. 

 

 

 

Nataniel Lima
[email protected]

Imprimir