Cidadeverde.com
Últimas

Procon flagra preço do diesel a R$ 8,89 em Teresina e fiscaliza distribuidoras

Imprimir

Foto: Procon

As equipes de fiscalização do Procon (Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor) encontraram nesta segunda-feira (20) um posto de combustível, localizado na zona Leste de Teresina, com o preço do diesel mais caro que a gasolina. Segundo o chefe de fiscalização do órgão, Arimatéa Área Leão, o valor subiu de R$ 7,89 para R$ 8,89 nos últimos dias.

De acordo com o Procon, o posto comprou combustível de uma distribuidora que aplicou o reajuste no mesmo dia do anúncio da Petrobras, em 17 de junho, mesmo sem o preço das refinarias ter sido ajustado. A distribuidora de combustíveis foi autuada e agora terá um prazo de 15 dias para apresentar defesa e justificar o reajuste, podendo ser multada em até R$ 10 milhões. 

Além do estabelecimento, foram encontrados outros nove postos, que também haviam comprado combustível com a distribuidora autuada, que aumentaram o preço de forma abusiva.“Foi constado uma elevação do preço sem justificativa. Foram dez postos fiscalizados que são de uma mesma distribuidora”, explica o chefe de fiscalização que acrescenta que são pelo menos cinco dias para que o reajuste nas refinarias chegue até o consumidor final. 

Pela primeira vez na história, o preço do diesel superou o preço da gasolina. O aumento é em decorrência de reajuste anunciado pela Petrobras no dia 17 de junho, de 5% no litro da gasolina e 14%  no diesel

O valor médio encontrado pela equipe de fiscalização nos postos de Teresina tem sido de R$ 7,98 para o diesel e de R$ 8,19 a R$ 8,39 para a gasolina.

Arimatéa Área Leão acrescenta ainda que mais distribuídas de combustíveis serão fiscalizadas durante essa terça-feira (21) e que o foco das equipes serão nesses estabelecimentos. 

Como denunciar

Os consumidores que identificarem irregularidades na comercialização de combustíveis também podem enviar a denúncia ao Procon, através do email: [email protected] ou pelos telefones (WhatsApp)  86 9 8177-7410 e 86 9 8176-5731.

 

Rebeca Lima
[email protected]

Imprimir